11 janeiro 2007

Travessia Cabernet Sauvignon Merlot 2003


Mais um exemplar da clássica combinação cabernet sauvignon/merlot. Mais um vinho da Concha y Toro, de uma linha inferior, tanto que nem aparece no site da vinícola (assim como o Reservado). Por esta garrafa, paguei R$ 18,65 e a guardei por cerca de 6 meses.
Um vinho interessante, que revelou certa complexidade nos aromas, pois foram facilmente percebidas as frutas vermelhas, madeira e até tabaco. Não sei o tempo que passou por barricas, em virtude da falta de informações no site. De todo modo, um vinho bastante agradável no exame olfativo. Sem exagero na madeira.
No copo, longas e grossas pernas. Coloração bastante escura, mais para o roxo do que para o púrpura, que predomina nos tintos jovens que tenho comentado por aqui. Na boca, taninos presentes, mas não o suficiente para suportar mais tempo de guarda. Final de boa persistência.
O ponto negativo do vinho é o álcool (13%) que pesou muito na avaliação. Sobrou no final e parecia ter uns 14% de teor. Há quem discorde, mas prefiro não me imaginar como um automóvel que precise de combustível para andar. Gosto é gosto!
Bebido em 10 de janeiro de 2007.

11 comentários:

Anônimo disse...

Olá!! Muito legal a idéia da confraria! Iremos participar, nos envie as coordenadas!!

Um abraço,
Anny e Edgard

Marcha disse...

Saudações!!
Estava a procurar um vinho para tomar enquanto estudava esta noite, e me deparei com um Travessia Cabernet Sauvignon-Merlot safra 2004 por menos de R$14,00.
E por ser um vinho da CyT, resolvi comprá-lo. Ao primeiro aroma me pareceu interessante, é um vinho muito "engraçado" na boca, tanto que resolvi procurar na internet para ver se outros já haviam sentido esta sensação, pois não é um vinho ruim, mas tem uma certa peculiaridade no sabor que deixa.
Não é o melhor vinho de todos..mas longe de ser o pior. Único ponto negativo é o teor alcólico(concordando com o post), pois parece ser muito superior a 13%.
Recomendaria este vinho para um dia não muito frio, onde não se esteja esperando beber algo de alto $ e que não se espere um vinho de alta complexidade.

Manolo disse...

Na sexta pasada experimentamos este vinho: gostamos mais do que Reserva. Achamos esse Travessia aquí mais equilibrado em todo, ate no teor alcólico, que por certo tem 12,5. Só o Travessia Carmenérè & Cab Sauv tem 13%, ou quicá mude por anos. Já subí a foto no meu Orkut. Como sempre parabéns pelo blog, sempre entramos a ler um pouco e continuar aprendendo. Desculpa se errei em escrever em tua língua viu. Ah..., estava esquecendo: cuidado com isso de pensar que "como não está no site de CYT não deve ser bom". No site tampouco aparecem os vinhos Late Harvest(premiado), Winemaker's (de RS65 a garrafa).

Anônimo disse...

Este final de semana experimentei este vinho -acho que me empolguei um pouco (3 taças) e no domingo acordei com uma dor de cabeça homérica.

Larissa Miranda disse...

Nó...Tô tomando este vinho. Ele é gostoso, mas eu já tô tontinha.

Vcitor disse...

Bom custo benefício.

Unknown disse...

Esse vinho é suave??

Vanessa Santos disse...

Esse vinho é suave???

Vanessa Santos disse...

Esse vinho é suave??

Anônimo disse...

Nooossa, tá boa pra ir pro abate! Ah se eu tivesse aí...

Anônimo disse...

Importante esclarecer que este vinho é um vinho varietal e sendo assim nao passa por barris de madeira em seu processo de produção!