19 março 2007

Cosecha Tarapacá Cabernet Sauvignon 2005


A história da Viña Tarapacá Ex-Zavala começa em 1874. Então, era conhecida como Viña de Rojas, em razão de seu fundador Don Francisco de Rojas y Salamanca. Posteriormente, foi adquirida pelo Sr. Antonio Zavala, passando a ser chamada Viña Zavala. Ao se separar, sua esposa ficou com a vinícola, cujo advogado, Don Arturo Alessandri, conhecido como o "Leão de Tarapacá", recebeu homenagem "por seu trabalho no processo", passando a vinícola a se chamar Viña Tarapacá Ex-Zavala. Interessante, não?
Este vinho me pareceu bastante correto, sem complexidade e com excelente relação qualidade-preço. Paguei R$ 14 pela garrafa, mas hoje é encontrado a valores maiores. A própria vinícola defende que esta linha é formada por "vinos jóvenes, frescos, simples y agradables". Portanto, não é nem pretende ser um grande vinho!
No copo, cor púrpura intensa, denotando jovialidade. Límpido e brilhante. Formaram-se lágrimas grossas e lentas, manchando um pouco o copo.
Bons aromas de frutos vermelhos maduros, geléia de amora (?) e pimenta. Madeira bem no fundo. Álcool presente (13%), mas sem incomodar. Taninos macios, já desaparecendo, demonstrando ser um vinho para ser bebido em 2 ou 3 anos, no máximo.
Final de boa persistência e muito agradável, com notas vegetais e fundo de copo abaunilhado. Corpo mediano e boa acidez. Equilibrado. Compre sem receio, lembrando de não adquirir safras muito antigas.






14 comentários:

Anônimo disse...

Acho que este vinho merecia mais taças na avaliação. Gostei muito da safra 2005, mas o 2004 era ainda melhor.
Parabéns pelo blog.

Pedro Augusto Fonteneles
Piracicaba/sp

leandro disse...

Acho um dos melhores custo-benefícios nessa faixa de preço.Já consegui comprar por doze reais!

Gerson Azevedo disse...

Também estou iniciando nessa arte de apreciar vinhos, confesso que só gosto de vinhos tintos e gostei muito desse. Gostaria que vc bebesse e comentasse a respeito do Forestier Cabernet Franc 2005, te antecipo minha opinião "adorei". Abraços

Gerson Azevedo disse...

Vinho muito bom, gostaria de sua opinião sobre o Forestier Cabernet Franc 2005. Obrigado

Gerson Azevedo disse...

Muito bom. Gostaria de saber sua opinião sobre o Forestier Cabernet Franc 2005.

Vinho para Todos disse...

Caro Gerson, obrigado pela visita e comentários.
Confesso que não me atraía a idéia de degustar outro Forestier, já que minha experiência com o Merlot Noir não foi boa.
Com a sua sugestão, quem sabe... valerá o desafio.
Abraço.

Imfernandes disse...

Esse vinho é ótimo e aqui no Rio consegue-se encontrar por R$ 10,90 nos supermercados Mundial.

Jose disse...

e da safra 2008? alguem tomou?

Anônimo disse...

estou em compania de um 2008 agora suave e costante nao mt imcorpado mas com todas as caracteristicas de um bom espanico claro q a temp aq do sul ajuda a degustar.

Anônimo disse...

eu sempre fui adépto ao Wisk e a cerveja, depois de algum tempo passei para o vinho, tomei vários vinhos, a maioria muito ácidospara o meu gosto, ai recebi uma garrafa do COSECHA TARAPACÁ, Agostei demais e estou até hoje só com ele, é ótimo.

NINA disse...

Delíciaaaaa,e ainda dizem que não pode ser bom e barato, ERRADO! Neste momento estou saboreando uma garrafa deste saboroso vinho, que paguei apenas 12,00. Que bom que pe possível degustarmos um bom vinho a um preço acessível. Recomendo.

Anônimo disse...

Comprei este vinho pois já conhecia a vinícola e já havia tomado do algumas vezes o gran tarapaca, comprei sem grandes pretensões, apenas um vinho para o dia-a-dia, como sabia ser vinho jovem comprei e abri (safra 2011) mas me espantei pois o vinho se apresentava levemente gaseificado. Fiquei frustada (não comprei um vinho com essas características), não sei o que aconteceu, estou buscando uma resposta para isto.

Alair Teixeira Borges Souza disse...

Estou com uma garrafa Safra 1992, será que é bom ? Não é muito antiga a safra?

Gil Mesquita disse...

Alair,

um vinho dessa idade e na faixa de preços que custa talvez não esteja muito bom, especialmente se não tiver sido armazenado em boas condições. As chances de não estar bom são grandes.

sugiro que:

1. se gostar de peças decorativas, guarde.

2. se não tem uma função decorativa pra você, abra, mas não espere muito.

3. conte aqui no blog sua decisão, rsrs.

forte abraço.

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com