25 março 2007

Rincón del 900 Cabernet Sauvignon 2004


A história da Bodega Robino começa em 1920, quando o italiano Dante Robino vende os vinhedos que possuía em sua terra natal e chega à Argentina, estabelecendo-se na província de Mendoza. Escolhe o departamento de Luján de Cuyo para construir sua vinícola. Este território é considerado Primera Zona para o cultivo de uvas destinadas aos vinhos finos, sendo a primeira Denominación de Origen de Argentina, reconhecida pela Oficina Internacional de la Vid y el Vino.
Este varietal é elaborado com 100% de cabernet sauvignon, cultivada a uma altitude de 900 m, com 33º de latitude sul. Recebi de presente e não sei quanto custou, mas está na faixa dos R$ 18-22. De início, posso dizer que é um vinho correto, bastante interessante, com álcool um pouco exagerado (14%), além do que estamos acostumados. Então, cuidado para não se embriagar, pois é provável que não resista aos aromas e sabores deste vinho.
No copo, cor púrpura intenso, denotando jovialidade (embora seja de 2004). Formação de abundantes lágrimas, grossas e lentas, manchando o copo. Transparência difícil.
Aromas intensos de frutos vermelhos maduros. Algo lembrando ameixa. Madeira presente, mas discreta, sem se sobrepor ao vinho, dando equilíbrio.
Bom corpo, com taninos firmes, sem desagradar. Boa acidez. Retrogosto frutado e muito gostoso. Final de boa persistência, lembrando a madeira, que ficou no fundo do copo vazio. Final que poderia ter menos álcool, mas seria difícil em razão dos 14%.
Um vinho interessante, honesto, com potência e elegância andando juntos. O que não é fácil em vinhos nesta faixa de preço. É uma manada de elefantes conduzida por um maestro!

2 comentários:

Anônimo disse...

Volto mais uma vez ao seu blog pra dizer que também achei este vinho interessante, mas barra pesada.
Interessante que no site da vinícola não há este Rincón del 900, mas apenas Novecentos. Sabe me explicar?

Pedro Augusto Fonteneles
Piracicaba/sp

eduardo lima disse...

Não conheço, pero me gusta!