15 junho 2007

Sunrise Cabernet Sauvignon 2003

Os vinhos da chilena Concha y Toro sempre são confiáveis. Mesmo os da linha Reservado, populares e acessíveis, são investimento seguro e garantia de satisfação, embora despretensiosos. Já os da linha Sunrise, igualmente seguros, têm um toque especial de madeira, o que não significa que o vinho seja melhor, mas uma espécie de maquiagem, como em várias marcas populares.
Há pessoas que gostam da madeira em exagero, mas prefiro sentir melhor as características da fruta, coadjuvadas pela madeira. Um chardonnay desta mesma linha, já comentado aqui (relembre), é um ótimo vinho, não tão leve como poderia se esperar, porque ganha estrutura em razão do carvalho.
Comprei este cabernet sauvignon há quase um ano por $17, por isso não se encontra mais a esse preço. Resolvi observar seu estado após 4 anos na garrafa. Um vinho correto, com poucos senões.
Coloração típica de um vinho jovem, apesar da safra 2003. Lágrimas em abundância. Aromas típicos da variedade, adornados por um toque de madeira que, para meu gosto pessoal, passou ligeiramente do ponto. Nada preocupante. Frutas vermelhas maduras e notas lembrando tabaco apareceram também. Bom corpo, com taninos ainda vivos marcando o paladar. Álcool incomodou em alguns momentos. Final de boa persistência, deixando lembrança da madeira, característica presente nos Sunrise. Como sempre, não tem erro!

4 comentários:

Anônimo disse...

Por favor, não pare de atualizar!
Suas dicas são fundamentais e seus comentários pontuais.
A filosofia de Vinho a preço acessíveis também torna o Blog atraente.

Parabéns!

Vinho para Todos disse...

Obrigado pelo comentário. Volte sempre e continue comentando as postagens.
Saúde!!!

marcos roberto disse...

Interessante... principalmente pelo fato dos após 4 anos

Arthur Rosa dos Santos disse...

Acabei de comprar uma garrafa baseada na sua análise.