23 julho 2007

Boccantino Montepulciano D'Abruzzo DOC 2005

Preciso informar que a foto acima não foi tirada por este blogueiro desatento. É um rótulo encontrado na internet, pois esqueci de fotografar a garrafa desta vez. Como comprarei outra(s) qualquer dia desses, prometo substituí-la, pois gosto de "matar o vinho e mostrar a garrafa", numa livre adaptação do dito popular.
Este vinho é um bom e acessível exemplar do famoso vinho Montepulciano D'Abruzzo, produzido na região central de Abruzzo, com uvas montepulciano. Embora a importadora indique que a sangiovese entre no corte, a informação não é confirmada no site do grupo que produz os vinhos da marca Boccantino, a Schenk Italia SPA, fundada em 1952, com sede na cidade de Ora, no nordeste da Itália.
No copo, púrpura, com reflexos violáceos e boa formação de lágrimas. Aromas de frutos negros, como ameixa, mas um tanto discretos. Bom corpo, taninos amigáveis, amplo em boca. Retrogosto frutado e acidez presente. Final de média persistência, com álcool marcando (12,5%), mas sem incomodar. Final um tanto áspero, mas agradável.
Comportou-se bem com uma tábua de queijos. Vinho honesto e correto, pelo qual paguei R$ 24, no Carrefour. Detalhe interessante: comportou-se muito melhor na boca do que poderia parecer após o exame olfativo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Bom, neste instante estou com esta garrafa em meu colo buscando uma informação antes de tomá-lo e encontrei este interessante comentário neste site.
Gostei da simplicidade e creio que este deva ser uma opinião comum entre quem se preocupa em estudar sobre esta magnífica cultura, porém avalia sempre o custo benfício desta bebida.
As vezes um enochato não consegue avaliar todas as propriedades de um grand cru, enquanto que os reais admiradores de vinho exploram todo seu potencial e prazer que ele pode proporcionar.

Venício de Oliveira

Anônimo disse...

Gostei bastante.

Anônimo disse...

Gosto muito desse vinho mas, só sei que gosto porque gosto e pronto.

Queria aprender a sentir o perfume das amoras, madeiras, e etc nos vinhos.

Um dia eu chego lá...

Obrigada pelo blog. Já favoritei.

Nice Rodrigues

Paulo Monteiro disse...

Neste momento estou com uma taça deste vinho, concordo com quem disse que com uma tabua de queijo ele se encontra, principalmente com um meia cura, quanto ao aroma e sabor são excelente.

Marcus disse...

Vinho muito bom e, rotineiramente, encontrei preços promocionais no Carrefour (R$ 17,00)

Wagner disse...

Gostei do vinho. Vale experimentá-lo com queijos. Os comentários são precisos.

Anônimo disse...

Neste momento, assim como os ínclitos apreciadores, também estou com uma taça do aludido vinho em minhas mãos prestes a saboreá-lo. A única desvantagem é que no presente instante careço da tábua de queixos, o que não impedirá a degustação. Abraço a todos os apreciadores do bom vinho.