07 julho 2007

Carredueñas Tinto Joven DO 2003

Eis o primeiro vinho espanhol comentado neste blog. Um tinto joven produzido pela Bodegas y Viñedos Pilcar, na importante região de Castilla y León, sub-região de Cigales. Uma vinícola jovem, que lançou seu primeiro vinho na safra 1998. Seus vinhedos estão localizados numa região com inversos longos e frios e verões secos e quentes.
É um vinho produzido com 100% da variedade tempranillo, que me custou $22,50, na Expand, em fevereiro deste ano. Segundo apurei, passa por carvalho francês e americano, de 4 a 6 meses.
Um vinho de coloração típica: rubi tendendo ao granada. Jovem desde o copo. Bons aromas de frutos silvestres. Corpo mediano, taninos presentes e certa rusticidade. Deixou o palato “amarrado”, mas sem ser áspero e inconveniente. Boa estrutura.
Apesar de passar por barricas de carvalho, não notei sinal de madeira, o que permitiu degustar o vinho em seu potencial mais “puro”, com destaque para as características da uva.
Final persistente, frutado. Álcool presente em todos os momentos (13%), mas sem atrapalhar. Vinho correto, sem máscaras. Foi decantado por uma hora e evoluiu com o tempo. Se tivesse uma loja da Expand ao lado de casa, teria ido até lá para comprar uma segunda garrafa, mas...

6 comentários:

Tico disse...

Amigo, mostrei teu blog pro meu pai, ele gostou tanto que mandou imprimir tudo..uhahhuahua

Vinho para Todos disse...

Tico, agradeço por compartilhar o endereço do blog com as pessoas próximas. Espero que seu pai goste dos comentários.
Abraço.

le vin au blog disse...

Olá Vinho para Todos, tudo bem?
Temos bebido alguns bons vinhos espanhóis, vamos colocar este na nossa lista.
Temos que planejar o próximo vinho da Confraria...vamos conversar sobre isto.

Abs.,

Ivo disse...

Amigo, conheci agora seu blog e fiquei encantado: quanta informação de qualidade e inteligente para os de bolso menos farto! De agora em diante, seguirei seus conselhos, e compartilharei com meu irmão, antigo cliente Terroir (antigo porque seu poder aquisitivo caiu muito...).
Uma dúvida: pelo que percebo no mercado, os vinhos espanhóis estão muito mais caros que vinhos equivalentes e até melhores de outros locais. Sabe dizer-me porquê e também se esta minha impressão está certa?
Obrigado!

Vinho para Todos disse...

Caro Ivo, obrigado pela visita. O blog é destinado justamente a quem tem uma faixa-limite de preços. Estou nesse grupo, pode ter certeza.
Quanto ao preço, atribuo o fato à pouca tradição de vinhos espanhóis no Brasil. Como somos mais atraídos pelos vinhos portugueses, franceses e italianos, os espanhóis que nos chegam são mais caros, tanto pela demanda que é menor, quanto pelo fato de não importarmos vinhos ruins de lá, como acontece com os outros países. Dificilmente você encontra um vinho espanhol ruim no mercado brasileiro, já os outros...
Saúde e obrigado pela visita. Volte sempre.

Vinho para Todos disse...

Caro Ivo, obrigado pela visita. O blog é destinado justamente a quem tem uma faixa-limite de preços. Estou nesse grupo, pode ter certeza.
Quanto ao preço, atribuo o fato à pouca tradição de vinhos espanhóis no Brasil. Como somos mais atraídos pelos vinhos portugueses, franceses e italianos, os espanhóis que nos chegam são mais caros, tanto pela demanda que é menor, quanto pelo fato de não importarmos vinhos ruins de lá, como acontece com os outros países. Dificilmente você encontra um vinho espanhol ruim no mercado brasileiro, já os outros...
Saúde e obrigado pela visita. Volte sempre.