05 novembro 2007

Rocca Montepulciano d'Abruzzo DOC 2005

A uva montepulciano costuma dar vinhos tintos encorpados na região de Abruzzo. Mas este vinho produzido por Angelo Rocca & Figli (vinícola fundada em 1880) é bastante delicado, não lembrando exatamente a descrição dos especialistas. Um vinho simples, mas correto, pelo qual paguei R$17,90 no Carrefour, em agosto deste ano.
No copo, um púrpura não muito intenso, brilhante e de muita transparência, denotando desde logo o corpo mediano. Lágrimas abundantes, mas rápidas (12% de álcool).
Aromas frutados de razoável intensidade, lembrando também frutos secos, algo como damasco. Notas de terra e algum esfumaçado.
Na boca, leve, redondo e muito agradável. Corpo mediano, com taninos dóceis e aparentando estarem perto da extinção. Pronto pra beber. Álcool e acidez em equilíbrio. Retrogosto delicado, lembrando frutas vermelhas. Leve amargor no palato. Final curto, seco e "amarrando".
Comportou-se melhor aos 16ºC. Vinho agradável para o dia-a-dia. Acredito que esteja no auge da boa forma. Não esperaria o mesmo resultado em 2008.



Um comentário:

le vin au blog disse...

Olá!

Queríamos te convidar para participar do jantar harmonizado entre blogs! Viu lá o post no Le vin? Acho que você vai gostar.
Qualquer coisa mande uma mensagem para a gente.

Abs.,