27 janeiro 2008

Fausto de Pizzato Cabernet Sauvignon 2005

A Vinícola Pizzato é uma tradicional produtora de bons merlot. Mas quando estive no Angeloni, de Joinville, somente encontrei este cabernet sauvignon. Apesar de já ter comentado o mesmo vinho, da safra 2004, achei interessante degustar este, até mesmo para apagar a frustração do comentário que fiz anteriormente (relembre). E apagou mesmo!
O vinho tem ótima relação qualidade x preço e é cuidadosamente produzido com uvas de Dois Lageados-RS. São apenas 7.500 garrafas e abri a de nº 2024.
No copo, coloração púrpura intenso, bastante escuro, mas brilhante. Boas lágrimas. Bons aromas de frutos vermelhos maduros, também lembranças de pimenta e cacau. Corpo mediano, com taninos aparentes e acidez marcante. Álcool equilibrado. Vinho seco, austero, sem notas doces e boa estrutura, garantindo-lhe um tempo de guarda. Vinho feito para acompanhar comida, especialmente carnes. Não servirá como mero aperitivo.
Retrogosto com gostoso frutado. Final surpreendentemente longo, frutado, com madeira delicada no palato. Aliás, a lembrança de côco acompanhou toda a degustação, em razão do estágio de 20% do vinho em carvalho, mas não mascarou as características da uva, o que pra mim é um ponto positivo.
Vinho corretíssimo, sem arestas. Comportou-se melhor quando servido a 17ºC. Às cegas poderia passar tranquilamente por um vinho mais caro. Por esta garrafa paguei R$18.90, mas deveria ter comprado outras.

4 comentários:

Diego disse...

Pareceu interessante mesmo. Só não entendi o que vem a ser um vinho austero.

Abraços

Vinho para Todos disse...

Diego, um vinho austero é um vinho vigoroso, potente, marcante por ser estruturado. Um amigo meu gosta de falar que é um vinho "masculino", contrapondo-se a um vinho "feminino", que teria características opostas.
A expressão pode não significar isso para outras pessoas, mas é esse o sentido que dou a ela nos comentários.
Saúde.

Romaine Carelli disse...

eSSA PALAVRA AUSTERO PARA VINHO É REALMENTE ENGRAÇADA, MAS GOSTO DOS VINHOS POTENTES.
PARabéns pelo blog

Leonardo De Araujo disse...

Ano passado estive na Pizzato. Os Merlots realmente foram destaque.
Diante de seus comentários, ficarei de olho no Fausto quando passar pelo Angeloni.
Aliás, aqui em Curitiba tem bons preços e a apresentação da área de vinhos é excelente.
Pena que não trabalha com as linhas de vinho que mais gosto.
Boas provas.
Leonardo
Viva o Vinho!