09 fevereiro 2008

Araucal Roble Malbec 2005

Até me deparar com esta garrafa no Bretas (R$ 18,90), nunca tinha ouvido falar da bodega Atilio Avena, fundada em 1980 e localizada no Departamento de Maipú (Mendoza). Segundo consta no site, seus malbec passam de 6 a 8 meses em barricas de carvalho e mais 8 meses na garrafa. Não esperava nada de excepcional, até mesmo por ser a linha básica da casa, mas o vinho se mostrou gostoso, fácil e ideal para o dia-a-dia. Um bom malbec, sem muita pretensão. Honesto.
No copo, coloração bastante escura, púrpura, com bordas violáceas. Aromas de muito boa intensidade, frutos maduros escuros, talvez ameixa. Álcool um tanto aparente no nariz (14%), madeira presente, mas no limite entre o incômodo e o elegante.
Corpo mediano, taninos macios e boa acidez. Equilibrado. Discretas notas adocicadas. Final de boa persistência, com madeira marcando e frutado mais discreto, ficando para segundo plano. Evoluiu depois de servido, ficou mais aberto, dando indicações de que a decantação é bem-vinda. Acompanhou bem um leve wrap de frango, tomate seco e queijo prato. Um belo contraste com o vinagre balsâmico.

2 comentários:

Gabriel Aleixo disse...

Olá,
Eu comuniquei os outros confrades agora, na hora do almoço. Acho que também vou comprar o vihno na mistral...

By the way, muito legais os comentários sobre este Malbec argentino. Seu vocábulario está bem bacana, dá uma ótima impressão do que esperar no vinho.

Abraço!

Ronaldo-ig disse...

SIM,
Concordo pois, tomo todos os dias um excelente vinho compro no Mart Plus em BH por R$22,80. Quem souber preço melhor em BH me avise.

Abraço!