12 fevereiro 2008

Don Pascual Reservado Cabernet 2006

Em setembro de 2006 comentei um bi-varietal da Família Deicas, produzido na região uruguaia de Juanico (relembre). Como foi um bom vinho, apostei neste cabernet sauvignon esperando resultado semelhante. Foi uma decepção pra mim e para os que também degustaram o vinho. Fiz o seguinte: não revelei a ninguém qual vinho seria, nem a uva ou país. Ninguém chegou perto. Muito menos que se tratava de um cabernet. E fomos unânimes: a experiência não se repetirá!
No copo, um vinho de coloração rubi, transparente, desde logo revelando pouco corpo. Formou muitas lágrimas no copo, mas rápidas. Aromas modestos a frutos vermelhos, que não encantaram.
Pouco corpo, taninos escondidos, acidez e baixa. Álcool sem incomodar (12,5%). Final curto, desaparecendo logo qualquer lembrança do vinho.
Como disse, não se parece um cabernet. Não tem estrutura de taninos e acidez para evoluir ou para seduzir.

3 comentários:

Di-w disse...

Alamos aqui em Juiz de Fora só vendem o Malbec e Chardonnay.
Tem uma loja que vende o Bonarda também mas no ridículo preço de 47 reais. hehehehehehe

Ferei uma postagem sobre o vinho, mas a degustação fica para o próximo.

=]

Abraços.

Di-w disse...

ops-> Di-w = Di vinho Viver.

Colheita de Vinhos disse...

Olá Confrades,

Não encontrei a safra 2006, portanto irei comentar a safra 2007.

Abraços,

Guilherme