17 outubro 2008

Dal Pizzol Pinot Noir 2008

Em março, comentei um pinot noir da Dal Pizzol, mas da safra 2007 (relembre). O resultado me agradou bastante. Embora não fosse um vinho espetacular, a boa relação qualidade x preço e a dificuldade de se cultivar a cepa em terras brasileiras me levaram a atribuir quatro taças ao vinho. Tinha fruta e refrescância ideais.
A boa experiência me fez comprar algumas garrafas da safra 2008. Mas o resultado não foi o mesmo, especialmente por um fato: o vinho que degustei não parecia um pinot noir. Cheguei a provar três garrafas em três dias diferentes, com pessoas diferentes que sempre me perguntavam: "você acha que parece um pinot noir?".
Na verdade, o vinho é macio, fácil de agradar, mas me lembrou muito mais um shiraz do sertão nordestino do que qualquer outra coisa. Às cegas, diria se tratar de um Terranova Shiraz. Estranho, não?
Na taça, coloração púrpura com notas violáceas, com boa formação de lágrimas. Aromas discretos, floral em destaque (violetas), sem sinal de madeira. Pouco corpo, com notas adocicadas, taninos escondidos e baixa acidez. Agradável e macio, mas com final curto e pouca acidez, que lhe negaram a refrescância costumeira de um PN.
Pronto para beber, mas sem perspectiva de evolução em garrafa. Faltou tipicidade. Os aromas frutados típicos desta uva não apareceram. Vinho barato (R$20), mas não o reconheci como um pinot noir. O vinho de 2007 estava muito melhor!

3 comentários:

Cristiano Orlandi disse...

Olá!

Goto muito da casta Pinot Noir e tenho bebido os da Patagônia, são muito agradáveis. Já experimentou algum?

Durante este ano experimentei o Volpi Pinot 2007 da Salton, foi o primeiro nacional que me chamou a atenção, foi na ABS-Campinas e o vinho ainda não estava sendo comercializado, acho que será uma boa compra.

Quero agradecer as dicas que tem passado pelo seu blog, são úteis. Blogs como o seu, o do Alexandre ajudam a todos, por isso decidi fazer o meu também, comecei esta semana, peço que acompanhe, comente e critique para que eu possa melhorar: www.vivendovinhos.blogspot.com

Também gostaría de participar da Confraria Brasileira de Enoblogs, como faço?

Forte Abraço!

Rafael Loyola disse...

Ei confrade.
Obrigado por colocar o "De Vinho em Vinho..." na sua lista de Enoblogs em atividade.
Abraço.

XXXX disse...

Esse falso Pinot Noir Dal Pizzol 2008 foi, disparado, um dos piores vinhos que conheci em todos os tempos.
O meu nem parecia Shiraz ou o que fosse, era o mais "puro" vinho colonial bagaceiro mesmo! 171 total! Fiquei tão indignado que queria até reclamar para a Associação Brasileira de Vinhos, Procon, Ministério Público... rsrsrs
Já tinha tomado vinho deles, eram até razoáveis, mas a partir desse desonesto PN colonial, Dal Pizzol nunca mais!!!