01 outubro 2008

Fortaleza do Seival Tempranillo 2006

Acredito que chegamos a uma marca importante: o 20º vinho da Confraria Brasileira de Enoblogs, que conta com a participação dos blogs brasileiros listados à direita. Neste mês, a escolha foi da Fabiana do Escrivinhos. Um vinho que me deixou animado, porque a degustação da safra 2005 (relembre) foi muito interessante.
Porém, o vinho de 2006 está "meio degrau" abaixo, porque tem menos personalidade, é menos impactante, embora muito gostoso e valha cada um dos R$22 que paguei. É produzido pela Miolo, com uvas da Campanha Gaúcha.
Na taça, um bonito rubi, com lágrimas lentas e abundantes. Aromas de boa intensidade, lembrando frutos vermelhos maduros, algum tostado (pela passagem em carvalho francês) e notas de ervas e temperos e uma lembrança adocidada. Certa complexidade, sem dúvida.
Vinho de corpo médio, com taninos marcantes e acidez mediana. Retro-olfato com nuances minerais e fruta discreta. Ficou mais redondo depois de um tempo aberto. Final curto, marcado pelos taninos. Álcool sem atrapalhar em nenhum momento, embora com 14% de teor.
Vinho muito agradável, fácil de beber e pronto, sem persepctivas de ganho com a guarda. Ponto fraco: passou muito rápido pela boca. Ponto forte: opção melhor que outros tempranillo produzidos por nossos vizinhos sul-americanos, nesta faixa de preço.

5 comentários:

Imfernandes disse...

Esses Fortalezas não decepcionam.

Esse nunca tomei, mas já está na minha lista.

Abraço

victormirsky disse...

Sugestão de vinho nacional - Aurora Del Sur Tannat / Merlot : http://www.vinicolaaurora.com.br/produtos_detalhe.asp?ID=151

Acho que vale ao menos pela curiosidade, a faixa de preço é a mesma da linha Fortaleza do Seival da Miolo.

Leonardo de Araújo disse...

Surpreendeu-me. Gostei dele.
Ainda que na Argentina sejam feitos bons Temp, tomei o Santa Julia Oak Aged e estava bem pior, na mesma faixa de preço.
O Fortaleza do Seival Temp ganhou meu respeito.

Brindes
Leonardo
vivaovinho.blogdpot.com

Sônia disse...

Olá VPT,
Nunca bebi nenhum vinho dessa linha, mas vou prová-lo em breve.

Recebi a indicação do Fortaleza do Seival Pinot Grigio, que é uma cepa que aprecio bastante quando bem vinificada.

Já que falamos em Miolo, li comentários de enoamigos sobre o espumante Terranova Brut como um excelente custo/benefício para se beber despretenciosamente, no dia a dia.

Assim que experimentá-los escreverei minhas impressões.

Abraço!

Deise disse...

Encontrei esse vinho hoje cedo no Supermuffato, em Londrina. Mesmo ano, mesma cepa... Lembrei-me de ter lido seu comentário a respeito desse vinho e quase o comprei. Só não o fiz pq no rótulo havia um gráfico mostrando o declínio do vinho como sendo em, no máximo, de 2 anos. Como já se vão 4 anos de sua produção, resisti e deixei-o lá na prateleira. Vou procurar um mais recente.