17 fevereiro 2009

Sunrise Shiraz 2006

Há muito tempo não bebia um vinho da linha Sunrise, produzido pela gigante Concha y Toro. São vinhos carregados na madeira, que por vezes atrapalha um pouco, mas geralmente são uma compra certa, ideais para o dia-a-dia, com preços bastante acessíveis. Por este Shiraz paguei R$20, em setembro do ano passado.
Tem coloração púrpura, com notas violáceas. Seus aromas são tímidos, lembrando frutos vermelhos bem maduros (ameixas), um leve defumado e muita baunilha.
É um vinho leve, com pouco corpo. Um leve amargor no palato e madeira dando o tom no retro-olfato. O frutado antes presente no nariz perdeu-se um pouco por conta do amadeirado. Taninos um pouco ásperos e baixa acidez. Álcool sem incomodar (13,5%). Final com alguma agressividade tânica e mediana persistência. Fruta ofuscada pela madeira novamente.
Não é ruim, chega a ser agradável, mas deve ter sido melhor no passado. Se tiver em casa, beba logo. Se encontrá-lo na prateleira de alguma loja ou supermercado, compre safras mais recentes.

7 comentários:

Anny Raquel disse...

Olá, confrade!!!

Sugerimos o rose Cellier des Dauphins,
França, Côtes du Rhône, 2002 (Syrah, Grenache, Cinsault), compramos por R$15,00...

Por favor, nos refresque a memória... podemos fazer as sugestões aqui no seu blog mesmo?

Valeu!!!

Abraços,
Anny e Edgard

Fernando disse...

Ish.. achei esse Sunrise por 13 e pouco no Makro e acabei comprando, mesma safra. Achou muito inferior ao Casillero? (mesmo que não tenha provado o Shiraz)

Ah, gostaria de fazer outra pergunta: vc já tinha avaliado Sunrise CS e Carmenere, ambos com 4 taças de notas. Você está mais exigente ou naquela época daria as mesmas duas taças?

Obrigado,
Fernando

Rodrigo Maturana disse...

Estimados,

Yo trabajo en Concha y Toro, Chile y soy Brand Manager de la marca Sunrise. Quisiera saber si les puedo hacer llegar un Sunrise Carmenere para que los deguste, que es nuestra cepa unica chilena y nuestra marca ofrece gran calidad de vino para este producto también. Si es posible, le ruego informarme la dirección al cual la puedo hacer llegar.

Muchas gracias!

Vinho para Todos disse...

Fernando, o fato de não ter avaliado bem o Sunrise deve-se à idade. Certamente ele já perdeu muito de suas qualidades. Não deixaria de comprar este vinho, desde que de safras mais recentes e a preço convidativo.

Gosto da madeira nos vinhos, desde que seja para lhes dar elegância e não para esconder algum defeito.

Acho que o carvalho foi melhor empregado no CS e no Carmenere que comentei anteriormente, porque são mais potentes que o Shiraz. Talvez sejam esses os diferenciais na "avaliação".

Quanto ao gosto pessoal, realmente pode ser uma mundança desde aqueles comentários iniciais. Mas encaro isso como algo normal em nós. Em algum dia compramos uma gravata porque ela é linda. Passados dois anos ela não nos serve nem para picotar no casamento de um amigo. Gosto pessoal muda muito, especialmente quando se busca coisas novas a cada instante, como é meu caso com os vinhos.

Grande abraço.

Saúde!

Vinho para Todos disse...

Prezado Rodrigo Maturana,

favor enviar mensagem para o e-mail: vinhoparatodos@bol.com.br

Gracias!

Manolo disse...

Com um amigo compramos esse vinho chileno e um Trapiche Malbec argentino numa loja de Japão. Esse Sunrise é uma porkaría cara...., bem melhor o Trapiche Malbec argentino. Esse aquí é muito fraco e com um sabor muito ruin. Todo mundo aí xingando aos chilenos por fazer vinhos como esse. Ninguém merece!! Agora, o Casillero Del Diablo Malbec da mesma Concha Y Toro é bem melhor, não tem comparação com esse Sunrise.

Vinho para Todos disse...

Manolo, já comentei o Casillero Malbec no blog. É um vinho especial realmente.

Saúde!