05 março 2009

Cousiño Macul Don Luís Cabernet Sauvignon 2006

Já comentei a safra 2004 deste vinho (relembre), que considerei o "mais intenso" dos vinhos comentados em 2007. Mas neste 2006 a Cousiño Macul não repetiu o êxito, pois o álcool atrapalhou o equilíbrio do vinho, cuja garrafa me custou R$29 em julho do ano passado. Em se tratando de um vinho com razoável potencial de guarda, talvez fique mais equilibrado em 1 ou 2 anos, desde que bem armazenado.
De coloração rubi e bordas levemente alaranjadas, formou lágrimas finas e lentas na taça. É intensamente aromático, com evidentes frutos vermelhos maduros e um marcante mentolado. Algo lembrando azeitona preta também. Chega a ser "doce" no nariz.
Tem corpo mediano, com taninos vivos, mas apresentando madureza e leve adocicado. Boa acidez e retro-olfato gostoso, muito frutado. Mas o álcool "queimou" um pouco, acima do tolerável (14% de teor).
Final de boa persistência, com presença do doce da fruta, acompanhado de um destaque alcoólico. Madeira muito bem integrada.
Um típico Cabernet Sauvignon chileno, com uvas do Vale do Maipo, mais especificamente do Alto Maipo, área cercada pela Cordilheira dos Andes, com grande amplitude térmica, favorecendo o desenvolvimento lento de bons cachos. Uma ótima região para esta uva.

4 comentários:

Adrina disse...

Amei o blog! Sou de Belo Horizonte e com certeza usarei seus comentários como sugestões para adquirir novas garrafas.

Fernando disse...

Gosto desse vinho, principalmente quando o acho em promoção rs... Uma vez o Makro estava liquidando o estoque deste 2006 por menos de 17,00! Garanti várias noites de vinho que gosto neste dia.
É uma compra segura pra CS até 30,00. Do Merlot não gostei.

Ah, mesma opinião: vinho bastante intenso.

Vinho para Todos disse...

Fernando, o Makro normalmente oferece esse vinho a bons preços.

Também experimentei o Merlot de duas safras. Não me convenceu.

Obrigado pela visita e comentário.

Saúde!

Vinho para Todos disse...

Adrina, volte sempre e mande seus comentários.

Saúde!