04 abril 2009

Alfredo Roca Pinot Noir 2006

Quando comentei um bi-varietal da Bodega Alfredo Roca (relembre), fiquei empolgado, porque era um vinho barato e com muitas qualidades. Por esse Pinot Noir paguei incríveis $15,90 e o resultado foi muito satisfatório, revelando-se uma excelente compra.
O vinho pertence a uma linha simples da vinícola, mas nem por isso descuidaram de sua qualidade. Com coloração púrpura um pouco mais escura e densa que o esperado, revelou lágrimas grossas e rápidas na taça. Boa presença aromática, revelando o frutado característico da uva e um mentolado um pouco parecido com alguns vinhos chilenos com larga passagem por madeira. Este passou 8 meses em barrica, mas não está exagerada.
Vinho de pouco corpo, macio e com baixa acidez, apresentou retro-olfato com boa presença de fruta e madeira. Final um pouco "quente" (álcool e menta) e de média persistência. Teor alcoólico de 12,9%.
Não é um vinho excepcional, mas vale o que custa. Não esperava esta qualidade de um Pinot Noir abaixo dos R$20. Não trocaria este pelo Castillo de Molina (relembre), que custa o dobro e é muito "mascarado".




6 comentários:

tamarinho@uol.com.br disse...

Mesmo para um Pinot, achei que este vinho tem pouquissimo corpo.
Paguei R$ 18,00 e não compraria novamente.
Parabens pelo seu blog.Este é muito direto e informativo. Normalmente concordo com voce.
Grato
Thiago Marinho

Paulo Miazzo disse...

Este vinho realmente me surpreendeu não por ser um vinho exímio mas por ser extremamente barato e muito agradável, principalmente quanto à maciez.

Um abraço
Paulo

giba000 disse...

Apos tomar um Malbec Concha y Toro Rservado Safra 2010 que paguei em torno de 25,00 reais, abri um Alfredo que um amigo trouxe outro dia pra mim, que por algum motivo, o nome dele também é Alfredo.
Estamos nesse exato momento tomando este vinho e definitivamente é muuuuito ruim comparado com o Malbec.
Gosto não se discute. Cada um é um...

Vinho para Todos disse...

Giba, nao teria a Madeira e potência do Malbec atrapalhado uma percepção mais exata desse Pinot?
Mera especulação, lógico, porque gosto nao se discute, como vc bem disse.
Saúde a voces!
VPT

rodolfo disse...

Nao entendo de vinhos, mais achei leve, gostoso, é para beber bastante, como se fosase refrigerante, e desde jeito que bebebos na Argentina, vinho para nos e como cerveja, nãos e pra andar curtindo como conhecedor, isso e coisa de novo rico, e pra gostar e ficar alegre, só isso. Sem aprofundar no sabor.

Edinho disse...

Ótimo vinho, fiquei surpreso!!! Excelente custo-beneficio.