24 abril 2009

Fortaleza do Seival Tannat 2006

Os vinhos da linha Fortaleza do Seival, produzidos pela Miolo na Campanha Gaúcha são uma boa escolha, embora mereçam cuidado na compra, pois os supermercados não costumam cuidar bem deles. Além disso, um ponto que acho interessante: no contra-rótulo há indicação do auge e decadência do vinho. Este Tannat, por exemplo, fica melhor com dois anos de garrafa. Realmente, em 2008 certamente foi melhor, mas ainda é confiável e cumpre o papel de um vinho de R$22.
Na taça tem coloração púrpura e reflexos violeta. É denso, com lágrimas grossas, lentas e abundantes. Ainda tem bons aromas frutados (bem maduros), aparecendo notas florais discretas.
Tem corpo mediano, com taninos já amaciados e doces (especialmente para um Tannat), com acidez em destaque, dando uma boa presença em boca. Retro-olfato frutado e final mediano, bastante agradável. Álcool presente, mas sem incomodar. Discreto amargor no final, com madeira bem dosada.
Posso dizer que este 2006 já perdeu intensidade, mas está equilibrado e ainda satisfatório. Gostei mais deste que do 2005, que exagerava um pouco na madeira.

3 comentários:

Algarvio disse...

Oba. Grande blog. Sou um Portuga que planeja ir viver brevemente para o Brasil.
Pensei: O bacalhau eu levo daqui, mas e o vinho?
Agora já estou mais descansado, afinal é possível viver no Brasil sem abdicar de bons vinhos a preços razoáveis

Vinho para Todos disse...

Meu caro, seja bem-vindo ao Brasil. Aqui você encontrará vinhos de todo o mundo, dos terríveis aos sensacionais. Mas procure conhecer os vinhos brasileiros, cujos produtores travam uma luta constante com o terroir, com a tradição e com os tributos. Não vai de muita coisa, mas vai se surpreender também.

Saúde!

Matheus Tomaz disse...

Esse vinho é excelente pelo custo/~prazer que ele propõe.
É extremamente gastronomico para carnes vermelhas suculentas, como cordeiro, picanha e costela bovina.
Fica sensacional se bem harmonizado com o prato adequado, e vai bem desde pizzas com carne vermelha, até um bom churrasco.
Vinho que na minha opnião e de outros grandes degustadores, deveria ser servido em taças em todas as churrascarias do Brasil.
E digo mais...aguardem que vão surgir novas surpresas alí da região da Campanha Gaúcha, pela Miolo.
Segundo o Enólogo Adriano, eles tem pesquisas para lançar um vinho Terroir, assim como o Merlot do Vale dos Vinhedos.

Abraço a todos.