23 julho 2009

Aurora Reserva Cabernet Sauvignon 2007

Comprei este vinho disposto a provar pra mim mesmo que não tenho qualquer preconceito em relação à histórica Vinícola Aurora. É que sempre olho para seus vinhos com uma certa desconfiança, porque "vinhos de cooperativas" podem ser elaborados com uvas de procedências tão diversas que a qualidade pode estar comprometida.
Paguei R$22 pela garrafa num supermercado e o resultado foi razoável. Não valeria mais que o preço pago.
É um vinho de coloração púrpura com notas violáceas. Aromas iniciais lembrando terra úmida. Agitando a taça, apareceram notas bastante elegantes da madeira, lembrança de baunilha, côco e tabaco. Fruta muito escondida. Madeira dominando, mas sem ofender o nariz, como tem ocorrido com alguns importados que tiveram contato com lascas (chips) de carvalho.
Apresentou pouco corpo, especialmente por se tratar de um CS. Taninos finos e retro-olfato dominado pela madeira, mas agradável. Fácil de beber. Final curto para fruta e mediano para madeira. Sem amargor final.
É daqueles vinhos que renderiam um "debate técnico", porque na minha ignorância enológica considero sua estrutura de taninos e acidez insuficiente para tanta madeira, o que acabou escondendo as características mais elementares da CS. Vinhos simples e descompromissado, pra ser bebido ontem, com todo respeito.

3 comentários:

David Majerowicz disse...

Já degustou o prosseco da Aurora?

Abraços,

Nilson Roberto disse...

Essa safra com a nova roupagem ainda não degustei, mas gostei muito o da safra 2004, engraçado que eu esperei com grande espectativa lançar a safra 2005 desse vinho, pois se trata de uma safra muito boa e não encontrei, e agora me deparo com esse 2007. Será que a Vinicola Aroura não lançou as safras 2005 e 2006 desse vinho?? Gostaria muito de ter provado.

Vinho para Todos disse...

Hoje é dia 15/09/09. Estou em Goiânia, a trabalho. Acabei de beber esse vinho no jantar. Não tinha outro. Comportou-se mal com o jantar. Para bebericar, até que deu.

Saúde!