01 agosto 2009

Casa Valduga Premium Cabernet Franc 2005

Este é o 32º vinho da Confraria Brasileira de Enoblogs, escolha que me coube em nosso rodízio democrático. Lembro a todos que as escolhas refletem a individualidade dos confrades, que não escolhem vinhos porque sabidamente sejam consagrados. Ao contrário, a diversidade é que alimenta a curiosidade. Por vezes essa diversidade traz decepções, mas elas fazem parte da vida, com ou sem vinhos.
Neste mês contamos com a adesão dos blogs
Prazer por Vinhos Tintos (São Paulo), Vim Vinho Venci (Recife) e Vinhos e Vinhas (Belo Horizonte). Bem vindos!
.
O vinho do mês é produzido pela
Casa Valduga, com uvas do Vale dos Vinhedos. Pertence à sua linha Premium, com passagem de 8 meses por barricas de carvalho francês. Na mesma linha há os tintos elaborados com Cabernet Sauvignon e Merlot, os brancos Chardonnay, Gewürztraminer e Sauvignon Blanc, além de espumantes..Paguei R$35 pela garrafa e o resultado foi muito bom, pois encontrei um vinho muito correto, com personalidade própria e bastante harmonia. Nada de madeira exagerada escondendo as características do vinho, nada de imitação de vinhos chilenos e argentinos.
Na taça uma coloração rubi brilhante, com pouca transparência. Boa intensidade aromática, com frutas vermelhas mais delicadas e presença de floral bem aparente. Madeira discreta e bem integrada.
Servi o vinho a 20ºC para perceber se o álcool incomodava, afinal são 14% de teor e o vinho se comportou muito bem.
Bebido a 18º C, apresentou corpo mediano, macio em boca, com taninos já domados pela boa evolução. Acidez marcante, sem desequilibrar. Final persistente, com boa fruta e elegante tostado da madeira, com nuances de café e chocolate. Boca um pouco seca. Vinho que está ótimo para consumo imediato e ainda pode esperar mais um ano.
Aos 20ºC havia um leve amargor no retrogosto, que desapareceu à temperatura correta de serviço. Enfim, um vinho surpreendente. Fala-se muito do Merlot da mesma linha, mas esse CF está melhor.





No dia 27 de julho, jantei com minha esposa e alguns amigos na Osteria Persona, o restaurante da Villa Valduga, em Bento Gonçalves. Experimentei pela primeira vez o Cabernet Franc da safra 2006. Fiquei surpreso com seu equilíbrio e elegância, com retrogosto intenso, lembrando bala de café. Estiloso. Quando prová-lo novamente com mais atenção faço o comentário aqui.

7 comentários:

Vinho para Todos disse...

Esqueci de comentar que o vinho foi aberto uma hora antes e decantado por meia hora. Acredito que tenha colaborado.

Saúde a todos!

Marcos Antonietti disse...

é de surpreender um vinho com esta uva receber avaliação tão boa, pq todo mundo só fala nos merlot brasileiros e se esquecem de outras castas com bom potencial como a cab. franc. Parabéns pelo post.

Ricardo disse...

Eu sou estudante do curso de Turismo em Aracaju/SE e meu irmão tem um restaurante também aqui em Aju. Foi a curiosidade que me fez olhar para o mundo dos vinhos de maneira diferente. Estou estudando muito sobre essa bebida fantástica e já estou até mesmo fazendo pequenas para degustar e aprender mais.
E o Vinho para todos ta me ajudando muito à aprender e pelos quais rótulos começar. Parabéns pelo belissimo trabalho.

Vinho para Todos disse...

Ricardo,

fico feliz que o blog esteja ajudando em sua profissão.

Abraço e sucesso!

VPT

Rodrigo disse...

Por uma semana que de repente nos nós encontramos...rs
Estive na semana anterior a você passando o fim de semana na Pousada Valduga. Em um jantar, pedimos este vinho, safra 2005. Não tive a atenção adequada ao vinho, mais deu sentir que é muito bacana. Gostei muito. Abraços.

Marcus disse...

Grande Gil,

Com algum atraso, postei hoje sobre este vinho do mês. Correto, com algo a mais para oferecer, diferente da maioria do que encontramos no novo mundo, achei-o um vinho gastronômico. Boa pedida, boa escolha!

Abs.,
Marcus
azpilicueta96.blogspot.com

Imfernandes disse...

Eu ando displicente com a confraria, mas voltarei aos poucos. Vou confessar... Ano de casamento, sabe como é, pouco tempo, pouca grana e já viu, né?!

Mas pelo menos as atualizações do DegustEno já estão mais frequentes.

Grande abraço.