27 agosto 2009

Picada 15 Merlot 2006

Não costumo gostar de vinhos argentinos ou chilenos elaborados com Merlot. Que me desculpem os inúmeros incrédulos, mas prefiro o Merlot brasileiro. Na média, mesmo os mais simples e baratos são melhores.
Este vinho é produzido na fria Patagônia, pela importante Bodega NQN. O nome do produto vem dos caminhos abertos pelos primeiros exploradores, que receberam o nome de “picadas”. A de nº 15 passa perto da vinícola.
Um vinho que está na faixa dos $25-30 e tem boa relação qualidade x preço. Tem passagem de apenas 10% em madeira francesa e americana, pelo período de 6 meses. Um vinho equilibrado, apesar da potência dos 14,5% de teor alcoólico.
Vinho de coloração rubi, bem lacrimoso, brilhante e com boa transparência. Boa intensidade aromática, com lembrança de frutos maduros e delicados. Álcool indicando potência, mas sem atrapalhar. Leve presença floral. Servido a uma temperatura mais alta aumentou a complexidade aromática.
Tem corpo mediano, com taninos bem presentes e marcantes. Acidez moderada. Final de boa persistência, deixando a boca seca. Ponto positivo para a madeira muito bem dosada. Algumas notas adocicadas apareceram com a massa ao molho bolonhesa, demonstrando sua vocação para acompanhar refeições.

2 comentários:

Ricardo disse...

gosto muito deste blog e dos vinhos que são mostrados pena que eu moro em Aju e não encontro. será que tem como você disponibilizar sites onde posso encontrar esses vinhos obrigado.
Na expand não tem todos esses.

Casa Rio Verde disse...

Este vinho tem um ótimo custo benefício. Recentemente estivemos na vinícola, foi uma experiência fantástica, o visual, a localização, estrutura é tudo de encher os olhos. Vale a pena também experimentar o Picada 15 Malbec.