29 outubro 2009

Casa Valduga Espumante Brut 2002

Minha "adega" às vezes parece um museu. Não que tenha vinhos caros e de guarda esperando para serem degustados no melhor momento. Nada disso. Mas gosto de comprar vinhos mais antigos, mesmo sabendo que o risco é grande. Se o vendedor cuidou bem do vinho, compro mesmo. Esse espumante eu ganhei de um amigo, que conhece essa minha curiosidade.
É um espumante elaborado pelo método tradicional (champenoise - com a segunda fermentação na própria garrafa), com as variedades Chardonnay e Pinot Noir. Geralmente o método tradicional possibilita espumantes mais complexos e gastronômicos que o método Charmat. Esse "velhinho" da Casa Valduga mostrou estar em ótima forma ainda.
Na taça uma coloração amarelo ouro, com perlage fina e muito persistente, surpreendendo. Espuma rápida. Aromas frutados típicos do tradicional corte, mas em segundo plano. Destaque para aromas da segunda fermentação, como pão torrado e um pouco de mel.
Muito cremoso na boca, com acidez ainda presente, dando refrescância. Retro-olfato marcado por aromas de torrefação, fermento e mel. Final longo, repetindo aromas.
Agradou a todos lá em casa. Um ótimo presente e mais um achado.

4 comentários:

Amanda disse...

Falando em espumante como estamos entrando em época de festas se quizerem vai uma dica, provei o Villaggio Grando brut feito de Chardonnay e Pinot Noir e é fantastico.

Raphael Zorak disse...

Olá, amigo.

Sei que você ganhou o espumante de presente, mas tem ideia de quanto custa essa maravilha?

Gostaria de comparar com os preços daqui.

Abraços.

Vinho para Todos disse...

Amanda, obrigado pela dica. Vou procurar o produto.

Raphael, não é fácil encontrar esse espumante mais. Mas os de safras mais recentes estão na faixa dos 35-40 reais. São ótimos também.

Saúde a todos.

natalie disse...

Os espumantes da Casa Valduga são divinos... vale a pena experimentar.