16 outubro 2009

Cuatro Vacas Gordas 2008

Quando encontramos esse vinho no supermercado, minha esposa logo pegou uma garrafa, afinal o rótulo é divertido. Mas desconfiei do preço. Pagar R$38 num vinho que nunca ouvi falar, de uma vinícola também obscura (Bodega Caligiore), devo estar fazendo besteira!
Na taça apresentou coloração púrpura, com notas violáceas. Lacrimoso. Muito aromático, prometendo que eu tinha errado na previsão. Várias sensações interessantes: fruta madura, algumas notas florais, pimenta, goiaba e até queijo (?). Álcool incomodando um pouco o nariz (14%).
Na boca a alegria acabou. Pouco corpo, muito leve para um corte de Malbec e Cabernet Sauvignon. Taninos um pouco adstringentes. Acidez equilibrada. Retro-olfato frutado e leve álcool.
Final curto e com leve amargor. Boca rugosa. Álcool esquentando. Fundo do copo com clara lembrança de goiabada. Ficou alcoólico com comida. Agradou apenas no exame olfativo, prometendo complexidade que não se confirmou. Vinho muito simples pelo preço. Deveria custar R$15.



3 comentários:

Daniel Rezende disse...

comecei a ler sua avaliação sem rolar ao todo o texto disponivel na tela do blog... daí quando chegou na prova da boca... não me contive...kkk... gargakhei intimamente... pois a sua descrição foi formidável... talvez eu procure este vinho só para realizar esta incursão de opostos que sentistes. em bandeira de supermercado encontrastes?
sim... e não chegastes a deixar no copo ou um decanter para "tentar" evaporar o alcool?

Adrina disse...

Só tem 3 vacas no rótulo, que é engraçadíssimo!

Vinho para Todos disse...

Adrina, descobri que a quarta vaca está no contra-rótulo. Como não costumo fotografá-lo, não tinha visto a danadinha.

Saúde!