24 novembro 2009

Casa Valduga Gran Reserva Chardonnay 2008

Tenho comigo há um tempo que os vinhos brancos brasileiros podem fazer tanto sucesso quanto os espumantes. É que a colheita das uvas brancas é feita mais cedo que as tintas, sofrendo menos com os problemas climáticos da Serra Gaúcha.

Este Chardonnay da Casa Valduga é um grande vinho branco nacional, ao lado do produzido pela Villa Francioni. Mas tem uma vantagem: custa a metade do preço.

Com passagem de 6 meses por barricas de carvalho francês e romeno, é um vinho de boa complexidade, gastronômico, sedoso e marcante. Vale os R$ 48 que paguei.

De coloração amarelo palha, tem aromas medianos, lembrança de frutos maduros como abacaxi em calda. Sinal do tostado da madeira e um pouco de mel.

Evolui muito em boca. Untuoso, macio, amanteigado. Acidez aparente. No retro-olfato um bom equilíbrio entre fruta e madeira (tostado). Vinho redondo e com bom corpo.

Final longo. Acidez mediana, muito agradável. Tostado elegante acompanhando a fruta. Vinho que não se mostrou “chato” com o uso da madeira. Ao contrário, adquiriu complexidade.

Um vinho que simboliza o potencial dos vinhos brancos brasileiros. Acompanhou bem uma descompromissada tábua de queijos macios (brie e camembert), mas tem estrutura para pratos mais potentes, especialmente carnes brancas.

Esta safra 2008 está esgotada. Bebi em quatro ocasiões diferentes e em todas elas tive ótima impressão. Estive no varejo da vinícola em outubro do ano passado e o vinho havia sido engarrafado naquela semana e o degustei com o enólogo João Valduga. Uma chance rara.

Comprei uma garrafa da safra 2009. Vamos ver como está em breve.




5 comentários:

Alberto Moreira disse...

Concordo com o texto. São dois ótimos chardonnay brasileiros. Incluo na lista o Salton Virtude. Já experimentaram?

Jalile disse...

Olha... outro dia tomei um vinho Dueto da casa valduga, achei excelente!!!! muito bom, o que vc acha?

Jalile disse...

Olha... outro dia tomei um vinho Dueto da casa valduga, achei excelente!!!! muito bom, o que vc acha?

Vinho para Todos disse...

Jalile, obrigado pela visita e comentário.

Gosto dos Duetto da Casa Valduga, dos tintos e do branco. Não são vinhos excepcionais, mas bons para o dia-a-dia com um preço interessante.

O CS+Merlot é meu preferido, mais redondo que o PN+Shiraz. O branco é refrescante.

Saúde!

Marcus disse...

Opa Gil,

Provei ontem este chardonnay e ele estava fantástico. Nossas impressões foram semelhantes.

Assim como você, tenho este entre os melhores brancos nacionais.

Eu tive a impressão de que ele evoluirá bem por mais alguns anos, coisa incomum para os brancos nacionais. Vc teve esta mesma impressão?

Abs.,
Marcus
azpilicueta96.blogspot.com