28 janeiro 2010

Chandon Passion Espumante Rosé Demi-Sèc

A Vinícola Chandon dispensa apresentações. Fundada em 1973 é visita certa no roteiro da Serra Gaúcha. Seus espumantes têm uma boa qualidade média e podem ser encontrados em supermercados e lojas especializadas.
Este espumante me foi dado de presente, mas está na casa dos R$40-50. É elaborado pelo método charmat, com as uvas moscato canelli, malvasia bianca e pinot noir. Um espumante que qualifiquei de "tropical". Sem complexidade, bastante frutado e refrescante. Predominam os aromas florais da moscato canelli. Às cegas passaria por um moscatel mediano. Pelo número do lote parece que foi engarrafado em 2009. Álcool a 11,7%.
Na taça uma coloração voltada para o salmão. Boa formação de espuma e perlage intensa no início do serviço. Depois de um tempo na taça as bolhas diminuiram em intensidade.
Aromas em boa intensidade. Floral em destaque (característica da moscato), com frutado aparecendo (lembrança forte de pêssegos). Na boca é leve e refrescante, com boa acidez. Final de boa persistência.
Como disse acima, pouca complexidade, com muitos sabores e frescor tropicais. Mas existem espumantes meio-secos mais baratos e com maior complexidade que esse. .



Obs.: no contra-rótulo a vinícola indica que o espumante serve para acompanhar pratos, como aperitivo e até "com uma pedra de gelo". Caro leitor, desobedeça a vinícola nesta última dica. Não cometa esse sacrilégio. Não se trata de um refrigerante.

4 comentários:

Fernando disse...

Destacaria que ele parece menos doce que os Moscatéis do mercado.
Gosto muito mais de Bruts, mas achei esse espumante uma boa opção. Principalmente pra indicar pra alguém que não costuma tomar vinho. Mas devia custar menos.

Anônimo disse...

Gostaria que me recomendasse alguns desses outros roses demi-sec.
Acho que só conheço esse nessa faixa de preço. Minha mulher adora.

Abs
Buko

Juliana disse...

Olá! Gostaria de saber sua opinião sobre o espumante moscatel Premium da Casa Valduga. Posso serví-lo durante toda a noite no meu casamento?
Obrigada pela atenção!
Abraços, Juliana.

Vinho para Todos disse...

Juliana, o Moscatel da Valduga é um dos melhores do mercado, sem dúvida.
Mas servi-lo durante toda a noite... eu tenho dúvidas.
O Moscatéis são adocicados e são difíceis de harmonizar com carnes vermelhas e massas, por exemplo. São ótimos para acompanhar sobremesas (doces, sorvetes ou frutas). Mas servi-lo a noite toda é um tanto arriscado, eu acho.
Pode optar por servir um espumante brut na entrada (como o Arte Bruta da Casa Valduga, que tem ótimo preço) e o Moscatel ao final, com a sobremesa.

Espero ter ajudado.

Saúde!

VPT