05 junho 2010

Tomero Sauvignon Blanc 2008

Esse vinho é produzido por Carlos Pulenta. É um Clasico da linha Tomero, que ainda tem os Reserva e os Gran Reserva. É produzido com uvas da Finca los Álamos, no Alto Valle do Uco, província de Mendoza.
Na taça apresentou coloração amarelo palha, com tons esverdeados. Aromas em boa intensidade, com muita mineralidade, lembrança cítrica em segundo plano. Fresco.
Na boca confirmou nariz. Acidez marcante, com sensações minerais no retro-olfato. Refrescante, sem notas adocidadas. Vinho sério. Final longo, deixando boca seca. Mineralidade ainda dominando, mas em boa combinação com frutos cítricos que apareceram mais no final de boca. Vinho gastronômico, que caiu bem com um Sfogliatti de queijo brie e damasco.
Álcool a 12,5%.
.

4 comentários:

Anônimo disse...

Gil,

Para mim vc continua sendo uma referência importante nos enoblogs. É incrível, mas suas opiniões refletem um equilíbrio magistral norteado pelo bom senso, tão raro nos dias que correm. Mas vamos ao que nos interessa. Em recente viagem a Mendoza, pude provar o Pulenta Gran Corte 2006 ao lado de outro gigante platino que é o Zuccardi Zeta 2006. Ambas serão postados no meu blog oportunamente. Outro Pulenta que tomei e que me impressionou foi o Sauvignon Blanc 2009. No mesmo nível dos chilenos costeiros (tenho vários trazidos do Chile, quando vier a SP me procure para que possamos provar), com muita fruta madura (maracujá), aspargos e grama cortada. Ou seja, tudo aquilo que se espera dessa casta no Novo Mundo.
Para terminar, vou comprar uma garrafa do Tomero Sauvignon Blanc e um dos próximos posts que farei será do delicioso Tomero Petit Verdot reserva que tomei numa degustação do João Filipe Clemente JFC, falandodevinhos.wordpress.com

Forte abraço


Jeriel

Vinho para Todos disse...

Jeriel, você é muito gentil. Fico lisonjeado, porque receber elogios de um cara "rodado" como você no mundo dos vinhos é muito gratificante. Obrigado.

Os vinhos de Carlos Pulenta realmente me agradaram muito. Já li coisas muito favoráveis a respeito do Petit Verdot.

Tenho em casa uma garrafa do Tomero Pinor Noir. Estou com grande expectativa, até porque é uma uva que gosto muito.

Grande abraço.

luciano disse...

olá qual o preço deste vinho em terras brasileiras....

manigna disse...

Oi, que vinhos (fora dos Catenas que são os únicos que conheço) vc recomendaria comprar em Buenos Aires? Minha esposa está lá e queria aproveitar alguma boa dica que com certeza vc pode me dar.
Obrigado e um abraço
Manolo