23 junho 2010

Valdemar Tempranillo 2008

Esse vinho é elaborado pela Bodegas Valdemar na região demarcada de Rioja. Um vinho 100% Tempranillo, com "leve passagem por madeira", segundo seu importador. Pela garrafa paguei algo em torno dos $40.
Vinho de uma intensa coloração violácea, com lágrimas grossas e rápidas. Bons aromas, fruta madura e flores. Leve álcool (13% de teor). Discretas notas de compota e couro apareceram.
Na boca é leve, pouco corpo, taninos finos e boa acidez. Simples, mas equilibrado.
Final curto, agradável. No final da garrafa apareceram no retrogosto notas lembrando groselha. Vinho simples, que não causará suspiros. No limite da boa relação qualidade x preço.
.
.
.

Obs.: esse vinho é apresentado no site do importador como Esencia Valdemar, mas no site da vinícola e no rótulo da garrafa que comprei consta apenas o nome Valdemar. Será que o Valdemar perdeu sua essência?

3 comentários:

Elber Borges disse...

valeu pela dica.
acabou de sair da minha lista de desejos.

zazab762 disse...

Fraco. Pouco corpo. Pouca uva. Tanino leve mas não equilibrado. Melhorou um pouquinho com a comida. Não vale o preço. Existem milhares de opções melhores nessa faixa. Acho que o irmão mais caro Conde de Valdemar deva ser melhor. De qualquer forma, recomendo que esqueça.

Anônimo disse...

Grato pela dica. Conheço a linha Crianza e Reserva o Crianza é frutado e com bom corpo bem tipico de um bom Crianza espanhol. Já o Reserva marca bastante a baunilha, lácteo com evolução para frutas secas como nozes, realmente diferenciado. Pena que a Mistral deu uma boa aumentada no preço.