21 março 2011

Caitec Pinot Noir 2008


Paguei $39 nesse vinho produzido em Neuquén, na Patagônia, pela Bodega del Añelo. Não encontrei o site deles, mas uma informação aqui outra ali me levam a concluir que é uma sociedade entre produtores da região, também conhecida pela sigla COFRUVA S/A.

Bonita coloração rubi. Bons aromas. Frutos silvestres como amoras e morangos. Sem presença de madeira ao que pareceu. Tem boa acidez e taninos finos. Delicado como esperava. Notas adocicadas, bom equilíbrio e álcool sem incomodar (14%), o que é bastante louvável para um vinho dessa região, normalmente mais potentes.
Final de média persistência, com boa fruta. Vinho simples, bem feito. Vale o que custa. Ideal para o cotidiano.
.
.

3 comentários:

Anônimo disse...

tenho tido experiências um pouco frustrantes com pinot noir de baixo custo. será que é só comigo, rsrsrs.

alemdovinho disse...

Interessante os Pinot Noir e Sauvignon Blanc da Patagônia. O frio impede aqueles tintos bombados estilo Robert Parker.

Gosto dos Pinot Noir de lá, em especial o Bodega Fin del Mundo.

O Chacra é top caro demais, mas muito bom.

Este em especial não conheço onde o comprou.

Um abraço Peter www.alemdovinho.wordpress.com

Vinho para Todos disse...

Peter, sinceramente não me recordo onde comprei, apenas tinha anotação do preço no contra rótulo.
Saúde!!