30 março 2011

Paulo Laureano Tinto 2008

No dia 2 de janeiro do ano passado estive em Catalão-GO e bebi esse vinho (safra 2007) no DonnAna Bistrô. Voltei lá no início de janeiro de 2011 e carta estava mais enxuta, mas esse clássico alentejano ainda estava na lista, mas da safra 2008.

É um corte de Aragonês, Trincadeira e Alicante Bouschet, produzido por
Paulo Laureano. Vendido no restaurante por R$ 58. Uma boa compra.

Na taça uma coloração rubi. Nos aromas, de boa intensidade, a madeira deu recado em primeiro plano, seguido de frutos vermelhos delicados, como cereja, e algumas especiarias. Com o passar do tempo a madeira integrou-se melhor. Na boca é mais delicado que o 2007, menos rústico, mas com a mesma vocação gastronômica. Bom conjunto, final longo.
Álcool a 14,5% sem incomodar

Obs.: a foto acima não fui eu que tirei, pois esqueci de levar câmera ao restaurante. Tomei "emprestada" a foto do blog GarfiCopo. Obrigado.
.

.
.

.
.

4 comentários:

João Barbosa disse...

e o Paulo Laureano é um tipo muito simpático, além de como enólogo merecer muitos aplausos. não só, mas também, por apostar em castas portuguesas

Gustavo disse...

No restaurante Degrau no Rio é vendido a R$ 35. Numa loja em Botafogo a R$ 26.

Raphael Zorak disse...

Experimente o Reserva e se encante ainda mais com este produtor!

Anônimo disse...

paulo laureano é um moderno! Mas, desculpe a brincadeira: um bistrô em Catalão? Com carta de vinhos? Sensacional. É o Brasil dos sonhos!
Quanto ao vinho, é,como comentado, o mais simples do enólogo e seus bigodes de arame.