28 julho 2011

Quinta do Seival Castas Portuguesas 2006


Esse vinho é elaborado pela Miolo, na região da Campanha Gaúcha, município de Candiota, quase fronteira com o Uruguai. Na propriedade chamada Estância Fortaleza do Seival, a vinícola pretende instalar 400 hectares de vinhedos até 2018, ocupados com castas francesas e portuguesas.

Segundo o site da empresa esse vinho é um corte de Touriga Nacional, Tinta Roriz e Alfrocheiro. Dentro desse projeto, esse é um vinho pertencente à categoria Super Premium. Acima dele apenas o Sesmarias, classificado como Ícone.

Na taça coloração rubi, com reflexos púrpura. Ótimos aromas. Início lembrando baunilha, côco, notas lácteas e álcool sobrando de leve. Na boca tem bom corpo, com taninos finos e boa acidez. Fruta madura um pouco escondida pelo abaunilhado, mas com boa presença. Certa potência dada pelo álcool e um levíssimo amargor, mas sem comprometer. Final me pareceu mais ligeiro do que imaginava em boca. Retrolfato marcado por madeira.

Já comentei o vinho da safra 2004, que me pareceu mais interessante. Essa nova safra me pareceu com estilo mais "novo mundo", mais amadeirado, talvez para agradar o consumidor que procura esse tipo de vinho.

Teor alcoólico de 14%. Pronto para beber e não deve melhorar com a guarda. Vendido a R$ 45 na loja virtual da vinícola.
.
.
.

5 comentários:

Anônimo disse...

Esse "estilo mais novo mundo" não seria uma influência do Michel Rolland?

Concordo que o 2004 era um vinho muitíssimo interessante e li sua avaliação a respeito. Esse 2006 é mesmo inferior.

Recebi algumas garrafas de um clube de vinhos que participo e ainda tenho 2 guardadas. Acho que seguirei o conselho.

Um brinde!

Carlos Macedo
Campo Grande - MS

Okamix disse...

Estou visitando o site pela primeira vez e gostei bastante !

Já adicionei o site nos favoritos para estar acompanhando as novidades !

Parabéns e Sucesso !
http://www.okamix.com.br

Ricardo de Oliveira disse...

Provei esse vinho! Não sabia que nossos vinhos nacionais estavam usando castas portuguesas.

Parabéns pelo blog e pelo sucesso! Adicionei a minha lista de blogs favoritos.

Abraço,

Ricardo de Oliveira
www.semregrasparaexperimentar.blogspot.com

Anônimo disse...

Bela dica!
Quando eu for novamente ao varejo da Miolo vou ver se o encontro por lá!

Abraço e Saúde

www.universodosvinhos.wordpress.com

Prof. Guilherme disse...

Prezado VPT,
ontém, dia 28, tive uma oportunidade semelhante à sua em Bento Gonçalves. No porão de meu avô repousava um Marcus James Cabernet Safra 1988. TRouxe para minha casa, e abrimos aqui ontem a noite. Impressionante, com cor muito evoluída, tendendo a marrom/caramelo, aromas complexos, lembrando chocolate, fruta. o sabor, impressionante, com fruta ainda, taninos muito evoluídos mas presentes, e acidez. A rolha estava perfeita, com a ponta muito negra. experiência muito interessante e única. Tirei algumas fotos do rótulo e da taça servida. Se interessar posso remeter-lhe por email. Um abraço
Guilherme Bruning - Curitiba/PR