22 agosto 2011

Angheben Teroldego 2005


Sou fã dos vinhos da Vinícola Angheben. Então, não preciso falar muito sobre isso. Já comentei aqui outros cinco vinhos desse produtor, basta ver no menu "Vinhos Brasileiros", à direita.

Esse vinho é elaborado com a variedade Teroldego, uma uva autóctone do Trentino, norte da Itália, onde e utilizada para elaborar o mais popular dos vinhos tintos da região. Foram produzidas apenas 2.300 garrafas, com passagem de 50% do líquido por barricas de carvalho (6 meses).

Vinho de um rubi profundo, denso, pouca transparência. Lágrimas lentas. Aromas em boa intensidade, um pouco fechados no início. Frutos maduros, ameixa, fundo de especiarias e chocolate amargo. Na boca o corpo é mediano. Taninos já macios e elegantes, acidez gastronômica. Um bom conjunto. O final de boca é mediano, com fruta e tostado elegante. Discretas notas vegetais. Leve álcool aparecendo (13,2% de teor).

Vinho muito correto, equilibrado e gastronômico. Uma aeração lhe cairá bem, porque evolui bastante depois de servido. Já bebi esse vinho em outras ocasiões e acredito que esteja num ótimo momento para consumo. É o vinho mais caro da vinícola (R$ 50), mas é uma boa compra, até mesmo para conhecer essa uva tão rara na América do Sul.
.
.
.

2 comentários:

venividivinho disse...

Realmente os vinhos da Angheben são excelentes, também sou grande fã deste produtor, tendo degustado todos os vinhos. Parabéns pelo site, acompanhando de uns tempos pra cá e gostando muito.

Anônimo disse...

Caro Gil, boa noite! Nesse exato momento estou apreciando esse vinho, fruto de uma compra por vossa indicação (comprei ainda um barbera, CS e um touriga). Novamente uma boa indicação! Obrigado! Devo admitir que lembrou-me, ao primeiro gole, um malbec (o qual bebemos muito, pela proximidade com a Argentina), talvez por ser forte. Um grande abraço!

Ciro Fernando Cvilikas
Pato Branco PR