14 outubro 2011

Nieto Senetiner Reserva Pinot Noir 2010


Fui ao supermercado e encontrei esse vinho da famosa Nieto Senetiner. Até então não tinha encontrado um Pinot Noir dessa bodega, o que motivou a compra, mesmo pagando arriscados R$ 55. Estranhamente não aparece no site da vinícola. 

O resultado pode ser resumido na expressão que os amigos Cláudio e Rafaela (Le Vin au Blog) gostam de usar: não mudará sua vida!

O vinho pareceu melhor no início da degustação, aquele primeiro gole que te surpreende, mas depois foi caindo. Como não conseguimos beber a garrafa toda no mesmo dia, deixei uns 150 ml para o dia seguinte. O resultado foi ainda pior. Mas a avaliação que segue leva em conta minha percepção na noite em que foi aberto.
Na taça coloração vermelho grená. Boa transparência. Aromas em boa intensidade, mas simples, frutos silvestres, framboesas, morangos. Leve álcool (13,5%). Na boca é leve, tem boa acidez (como deve ser um PN), taninos finos, sem presença de madeira. Fruta bem presente. Sem notas adocicadas. Macio. Pede comida. Final mediano, com muita fruta e algum álcool sobrando, com levíssimo amargor.

Não é ruim ou mal feito, mas não é especial. Durante a degustação foi dando vontade de parar de bebê-lo... tanto que sobrou um pouco na garrafa. Preço pouco atraente. Não evoluirá com a guarda. Beba logo.

Saúde a todos!







12 comentários:

Tiago Bulla disse...

Gil, é interessante como às vezes é difícil encontrar informações sobre certos vinhos no site das vinícolas. Isso já me aconteceu diversas vezes com vinhos Chilenos, Argentinos e até Italianos.
Triste um vinho deste valor ser tão... simples, digamos. Por este preço encontramos vinhos bem interessantes
Saúde!
Tiago Bulla
www.universodosvinhos.wordpress.com

Anônimo disse...

Que estranho esse preço, talvez seja por você morar longe do coração financeiro desse País, você é de Minas não é, pois aqui em São Paulo que tem um leque incomensurável de locais de compra, e no supermercado Pão de Açúcar que tem os preços de vinhos mais exorbitantes ele sai por pouco mais que uns 30 (trinta) reais.

Vinho para Todos disse...

Caro Anônimo,

realmente o preço dos vinhos aqui em Minas Gerais é um tanto exagerado em virtude da substituição tributária.

Mas mesmo tendo pago salgados $55, não consegui chegar ao fim da garrafa. Mesmo se tivesse pago $30, provavelmente o resultado seria o mesmo.

Obrigado pelo comentário.

Saúde!

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com

Anônimo disse...

quando um vinho está no mercado brasileiro mas nem aparece no site da vinícola, certamente é um produto que a vinícola não acha que tem qualidade para vender no próprio país. Deve ser o caso desse.

Abs,

Pedro Henrique

Anônimo disse...

Já tomei várias vezes e da mesma safra 2010, vinho muito bem feito, elegante e com as características da uva muito bem representadas, também paguei R$ 34,50, recomendo e muito.

Enófilos abraços,
Eduardo

Anônimo disse...

sou apreciador dessa uva a PN e esse vinho em especial gostei muito e aqui no rio esta por uns 30reais também, compra muito boa e mesmo que custasse 50 eu pagaria

Abraços
Marcio

Anônimo disse...

Caros Amigos!
Permitam que eu participe dessa discussão, vou usar do texto de um, como eu, apaixonado e grande degustador de PN’s: “Argentino de natureza, francês por merecimento! Sim, pelos R$ 30,00 que se paga, estamos no lucro! Desafio qualquer enófilo de encontrar Pinot Noir com igual qualidade por este preço! Se não é nenhuma maravilha, está longe de decepcionar”.

O post completo esta http://adegaparatodos.blogspot.com/2011/06/nieto-senetiner-reserva-pinot-noir-2010.html

ABS. Alexander

Vinho para Todos disse...

Prezados,

a "discussão" é válida demais.

Lembro-lhes somente que no meu blog o preço conta na avaliação, ao contrário das pontuações que os críticos dão.

Aqui em Uberlândia em paguei $55 e nessas condições eu avaliei o vinho.

Se tivesse custado R$30, talvez a história fosse outra, mas não é...

Saúde a todos e obrigado pela contribuição ao blog.

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com

Anônimo disse...

Depois de ler esse seu post e um outro que você diz "Quem acompanha o blog há mais tempo sabe que sou fã da Pinot Noir, mas encontrar um vinho da Borgonha" e por eu ser um apreciador inquestionável dessa uva e também por ter experimentado esse vinho e dessa safra e mais ainda lendo acima as colocações das outras pessoas acho que você deveria se conformar: você não foi tocado pela rainha de borgonha!

Anônimo disse...

Li todos os seus posts sobre a PN e amigo descobrir (sentir) uma uva é uma questão de dom, de prazer pessoal e não se aprende em nenhum curso e nem tendo a melhor retórica, mesmo que às vezes seja até poética, fica faltando algo de verdadeiro na continuidade, também sou um apreciador da PN e também tomei o vinho citado e como no comentário anterior, faça um favor aos seus "seguidores" e os que foram tocados por essa uva: não comente mais sobre os PNs.

Rua Sem Dono disse...

Depois de todos esses “Fakes” que talvez não foram percebidos, mas com toda certeza condizentes e merecidos, até que enfim uma razão para uma respeitosa despedida, por ver a democracia e a liberdade de expressão respeitadas... PARABENS!!!!!

Vinho para Todos disse...

Caro Marcos (Rua Sem Dono),

jamais deixaria de publicar um comentário porque ele critica ou discorda do blog. Esse é um espaço democrático.

Saúde a você!

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com