07 dezembro 2011

A franqueza do Leyda Single Vineyard Garuma Sauvignon Blanc 2010


Em janeiro estivemos no Vale de Leyda, uma das novas regiões chilenas, próxima ao Oceano Pacífico. Lá as vinícolas ainda são jovens e algumas ainda não estão preparadas para o enoturismo em grande escala. Para se visitar as que recebem o turista é preciso agendamento prévio e acender umas velas para que te respondam positivamente.

Como não tenho o costume de pedir a intervenção divina para pequenas coisas, ficamos sem visitar a Viña Garcés Silva (Amayna), embora tenha enviado vários emails a eles. Chegamos até o portão, mas não fomos autorizados a entrar.

Com a Viña Leyda foi diferente. Eles nos responderam dizendo que "ainda" não recebem turistas. Uma gentileza que não saiu cara a eles e nos poupou tempo.

É uma vinícola jovem, fundada em 1998 e a ela credita-se o pioneirismo de desbravar a região como pólo produtor de vinhos de qualidade. Seus vinhedos (245 hectares) estão plantados a uma distância média de 14 km do Oceano Pacífico e sofre forte influência desse clima. Seu Pinot Noir Lote 21 é considerado um dos melhores (senão o melhor) Pinot da América Latina.    

Cor amarelo palha com tons esverdeados. Bons aromas, destaque vegetal, grama, cítrico de leve e forte maracujá. Fruta madura aparecendo em destaque, o que não é muito comum em SB dessa região.

Na boca é leve, com boa acidez, frutado bem presente e algo mineral que confirma a influência das brisas oceânicas. Final longo. Álcool em equilíbrio.  Embora o contrarótulo informe que o vinho passa 4 meses sobre as borras da fermentação, não pareceu, pois os aromas e sabores característicos da prática sur lie não estavam tão marcantes. 

Não passa por madeira, o que lhe possibilitou demonstrar com franqueza todas as características de um Sauvignon Blanc do Vale de Leyda.

Encontrado no mercado na faixa dos R$75. 

Avaliação VPT = 86/100 pontos.

Saúde a todos!



2 comentários:

Anônimo disse...

os vinhos da Leyda são muito bons mesmo. Nunca provei o pinot deles, mas tenho conhecidos que disseram ser explêndido.
Será?

Le Vin au Blog disse...

Gosto deste produtor.

Abs.,