30 dezembro 2011

Não seja preconceituoso(a). Experimente o Casillero del Diablo Espumante Brut Reserva 2007


Uma das melhores compras que fazemos são aquelas em que o vinho é bem melhor que o esperado. A surpresa é um diferencial na avaliação do vinho e nas futuras compras, especialmente se o preço é bom. É o caso desse espumante brut elaborado pela Concha y Toro, pelo qual paguei R$45 (aqui, no estado com os tributos mais pesados do país). 

É elaborado com 100% uvas Chardonnay, provenientes do Vale de Limarí, região ao Norte de Santiago, influenciada pelas brisas do Pacífico e com pouca precipitação (94 mm/ano). Por ser elaborado apenas com uma variedade branca, é considerado um Blanc de Blancs, na linguagem dos franceses.

Na taça a coloração é amarelo palha, com reflexos esverdeados. Perlage persistente, com formação de um colar de bolhinhas no topo do líquido. Aromas intensos, destacando-se frutos brancos e as tradicionais notas da fermentação, casca de pão, brioche etc.

Na boca é refrescante, boa acidez e complexidade, repetindo-se as sensações olfativas e aparecendo um toque cítrico. Boa cremosidade. Final mediano, elegante, uma boa mescla de frutos e sensações evoluídas da fermentação. Levíssimo amargor.

Espumante que consegue ser maduro e complexo, mas ao mesmo tempo refrescante. Boa surpresa, porque ainda não tínhamos experimentado um espumante chileno/argentino que nos agradasse tanto.

Mesmo que esse post esteja sendo publicado há 2 dias do fim do ano, ainda dá tempo de correr ao supermercado e comprar umas garrafas para suas festas. 

Saúde a todos e um Feliz 2012!



3 comentários:

Anônimo disse...

Concordo.
Esse espumante eu também comprei sem muita expectativa e gostei muito, coisa rara porque prefiro os nacionais aqui na América do Sul.
Feliz ano novo para vocês.
Renata

Celso disse...

Amigo, hoje eu joguei no ralo da pia 4 garrafas de vinho. 2 argentino, 1 chileno e 1 português.
Vinho para pobre tem que ser doce, e que agrade o paladar. Esse negocio de acidez, aroma bouquet, é tudo frecura.
As empresas querem agradar os clientes no fim de ano e presenteiam com vinhos estrangeiros. No proximo ano, vou avisar para irem aomercado e comprarem pra mim um bem baratinho e tinto, mas que seja doce.!
Abraços!

Vinho para Todos disse...

Caro Celso, você está certo.

Se o vinho não te agrada, não é um comentário favorável ressaltando os aromas, taninos, final de boca etc, etc, que o farão mudar de ideia.

Se fizer isso e avisar que quer o vinho doce ainda ajudará as empresas a pouparem dinheiro.

Valeu pelo comentário sincero. O mundo anda precisando de sinceridade, meu amigo.

Grande abraço.

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com