17 dezembro 2011

Para a degustação do WineBar fomos de Linguine com camarões. Ficou ótimo!


No dia 5 de dezembro eu queria preparar alguma coisa pra acompanhar a degustação dos vinhos austríacos para o Wine Bar. O Gil chegou do trabalho em cima da hora, então eu tinha que preparar algo muito rápido. Vasculhando a geladeira encontrei camarões. Pronto! Uma massa com camarões para acompanhar o vinho branco, o primeiro que seria degustado. 

Escolhi Linguine ("pequenas línguas", em italiano) porque gostamos muito aqui em casa, especialmente por ser uma massa que incorpora bem os molhos. 

Não vou publicar uma receita, porque o prato é simples e não há grandes segredos. Vou apenas falar sobre algumas dicas que podem ser úteis, algo que tenho feito nas receitas anteriores e que chamo de "metendo a colher". 
Primeiramente já digo: o vinho melhorou muito com a massa (relembre), comprovando que a uva Grüner Veltliner realmente dá vinhos que podem acompanhar pratos com um pouco mais de gordura. 

Então, vamos lá!

Para os camarões digo o mesmo que disse para os cogumelos de uma receita anterior (relembre): eles têm muita água, portanto, desidratam com facilidade. Então, deixe para pôr o sal apenas no final ou você terá camarões borrachudos. 

Basta colocá-los de molho na água que eles incham como esponjas. Muitos vendedores de camarões adotam esta prática para aumentar o peso, o que faz com que ele reduza ainda mais quando vai para a penela. 



Então, quando for comprar camarões congelados (porque aqui na nossa região quase não há camarões frescos confiáveis), escolha os pacotes em que os camarões estejam soltos na embalagem. Os que são artificialmente "inchados" soltam água no processo de congelamento e ficam presos em placas de gelo. 

O mais importante para se ter um bom prato feito com camarões: eles cozinham muito rápido. Quando digo rápido é muito mesmo! Eles só devem ser cozidos ou fritos em água bem quente ou azeite de boa qualidade, igualmente quente. 

Para cozinhar, deixe a água ferver, ponha os camarões sem temperos e deixe por cerca de 1 minuto. Se for frito, deixe pelo mesmo tempo. Retire e tempere a gosto. 

Incorpore os camarões à massa e decore com manjericão fresco e castanhas, mas prefira as que estejam in natura, sem serem salgadas. O azeite dará uma boa consistência à massa e a oleosidade deverá combinar com um vinho branco de boa acidez, como o escolhido para essa noite.  

Bom apetite!

Érika Mesquita

Nenhum comentário: