06 janeiro 2012

O intenso Allan Scott Marlborough Gewürztraminer 2008


Continuando com vinhos brancos aqui no blog, escolhemos uma uva que gostamos muito, a Gewürztraminer, nome que numa tradução aproximada do alemão significa aromático, temperado. De fato, é uma das uvas mais aromáticas (senão a mais), com toques florais, frutas e especiarias, dependendo da região produtora. 

Compramos esse vinho no Empório Santa Maria, em São Paulo, por R$ 75. Uma compra que imaginei ser arriscada porque é um vinho branco, delicado e talvez já não estivesse em grande forma. Felizmente estava.

É produzido pela Allan Scott Family Winemakers, fundada em 1990, na região de Marlborough. O vinho é fermentado parte em tanques de inox e parte em barricas. Segundo o site do importador, há permanência do vinho sobre as borras da fermentação (sur lie) pelo período de 3 meses. 

Na taça coloração amarelo palha. Aromas intensos, num primeiro momento a clara lembrança de lichia, acompanhada dos típicos aromas florais e outros frutos, como pêssego e maracujá.

Na boca a intensidade se repete, aparecendo um leve mineral, álcool aparecendo (14%) e dando potência. É untuoso, com ataque doce e boa acidez. Boa presenta de flores e frutos brancos. 

O final é longo, repetindo frutos, flores e lembrança mineral. Boa complexidade.  

Vinho que demonstra a tipicidade da Gewürztraminer e tem boa complexidade, provavelmente pelo tempo que passa fermentando sobre as borras. Se há algum ponto negativo é para o álcool, que deixou o vinho um tanto quente. Mas é um estilo, não um defeito.  

Avaliação VPT = 89/100 pontos.

Saúde a todos!


Nenhum comentário: