17 fevereiro 2012

Bom exemplar australiano: Wakefield Riesling 2010


No dia 7 de janeiro o almoço à beira da piscina do DPNY começou com esse Riesling australiano, produzido pela Wakefield Wines, no Clare Valley, localizado na região de South Australia, que ocupa a porção centro-sul do país. Segundo informações, as primeiras vinhas foram plantadas por ingleses em 1840. O solo da região é variável: calcário, argila, rochas, ardósia são alguns elementos que auxiliam na produção de bons Riesling e respeitados Shiraz e Cabernet Sauvignon. 

Na taça tem coloração amarelo palha, com reflexos esverdeados. Aromas em boa intensidade, frutos brancos, como pêra e notas cítricas lembrando limão. Na boca é seco, quase austero, com bom corpo, acidez mediana e final de boa persistência. Algo mineral aparecendo de leve. Vinho muito correto que acompanhou bem os petiscos à base de frutos do mar.  Álcool a 13,5% de teor, sem incomodar. 

No mercado é vendido na faixa dos R$ 55-60. 

Saúde a todos!




Nenhum comentário: