01 fevereiro 2012

Nossa escolha do mês: Quinta da Aveleda Vinho Verde Branco 2010 #cbe


Observação: estranho começar um texto já com uma observação. Mas é que as linhas abaixo tiveram que ser reescritas emergencialmente. Após a publicação do texto original às 8:30 h, um erro de digitação passou batido. Fui tentar corrigi-lo e acabei perdendo todo o texto, não sei se por culpa do Blogger ou minha (o que é mais provável). Enfim, segue novo texto sobre o vinho a partir do que me lembro, já que escrevi direto no blog, sem tomar notas ontem à noite. 

Esse é o 65º vinho comentado para a Confraria Brasileira de Enoblogs - CBE, que desde fevereiro de 2007 traz indicações independentes através dos blogs participantes. A escolha desse mês coube ao confrade Luiz Cola, do blog Vinhos e mais Vinhos, que mandou bem no tema: "vinho branco de Portugal até R$150". 

Optei pelos simples e direto vinho verde. Para quem não se lembra, é vinho verde aquele produzido numa região demarcada em 1908, no noroeste de Portugal, propícia à produção de vinhos brancos, especialmente a partir da casta Alvarinho. Podem ser tintos ou brancos, são leves, fáceis de beber, frutados, refrescantes e com baixo teor alcoólico. 

Minha escolha recaiu sobre esse produto da Avelada Vinhos S/A, elaborado a partir das uvas Alvarinho, Loureiro e Trajadura. Tem 11,5% de teor alcoólico e não passa por madeira.  Já teve a safra 2003 comentada aqui (relembre), um presente enviado pelo amigo João Barbosa, do blog João à Mesa, que recentemente lançou o livro "Grande Reserva", que será comentado aqui em breve.

Na taça a coloração é amarelo palha, com reflexos esverdeados. Aromas em boa intensidade para um vinho tão leve, demonstrando frescor, frutos brancos, flores e algo vegetal. Na boca é leve, com acidez marcante, repetição de flores e frutos. Final um tanto ligeiro, mas compensado pela boa intensidade de aromas e marcante presença em boca.

Vinho didático, que representa bem as características desse tipo de produto. Pode ser harmonizado com pratos mais leves, como saladas, frutos do mar e carnes brancas, desde que não abusem dos condimentos. 

Interessante: é comum a confusão sobre os vinhos verdes terem esse nome por possuirem uma cor esverdeada. Parece que os produtores não se importam com a confusão e até a incentivem. Repare na foto que o vinho na taça é amarelo, mas a garrafa é azul. Resultado: o vinho na garrafa parece ser verde.

Saúde a todos!



3 comentários:

Joao Barbosa disse...

Vinho Verde vai lindamente com comida chinesa. Os Aveleda são omnipresentes em tais sítios.
.
apesar de serem sítios baratos, há já muitos anos que a divisão de vendas da Aveleda fez bem o seu trabalho e colocar os seus vinhos.

Joao Barbosa disse...

2007???? já??? como o tempo passa depressa! nem acredito que vai fazer 5 anos desde que te enviei o Quinta da Aveleda... é incrível! Felizmente só tenho 25 anos ;-) (era bom, era)

abraço deste país com um Inverno sem chuva

Vinho para Todos disse...

Pois é, meu caro João, lá se vão 5 anos.

Felizmente você bebe bastante vinho e ele rejuvenesce, não é mesmo?

Abraço, desse país com verão escaldante, chuvas e trovoadas em pontos isolados.