16 março 2012

Beba agora (mas eu guardaria algumas garrafas): Dal Pizzol Tannat 2007



Os vinhos da Dal Pizzol, vinícola de Faria Lemos, distrito de Bento Gonçalves, normalmente têm um ótimo custo benefício. Esse me custou R$29 no varejo da vinícola, que visitei em agosto de 2010 (relembre). 

É um 100% Tannat, com passagem de 15 meses por pipas de madeira e mais alguns meses descansando antes de ser liberado para comercialização. Vinho robusto, com boa complexidade, que pode ser consumido agora ou nos próximos 2-3 anos, sem problemas. 

Na taça a coloração é rubi, sem reflexos de evolução. Nos aromas apresentou-se inicialmente fechado, indicando que poderia evoluir na taça. Frutos maduros, ameixas, especiarias, algo vegetal lembrando outros vinhos brasileiros e um tostado forte no início que evoluiu para uma presença mais elegante no final da degustação. Floral aparecendo em alguns momentos.

Em boca tem boa estrutura. Taninos finos, boa acidez. Muita fruta, especiarias, chocolate, café e o tostado. Final longo, com fruta presente e acompanhada de outras sensações conferidas pela madeira. Boca seca. Amargor de leve. Álcool a 13% sem incomodar. 

Vinho gastronômico, de bom equilíbrio e com tempo de vida pela frente. Acompanhou bem uma picanha grelhada.   

Foram produzidos 5.500 litros (algo em torno das 7.333 garrafas). Abrimos a garrafa de nº 3486, mas me arrependi de ter comprado apenas uma garrafa.

O vinho evoluiu na taça ao longo das 2,5 horas em que foi degustado. Não usamos decanter, porque presenciar a evolução lenta e gradativa na própria taça é bem mais divertido.   

Saúde a todos!




5 comentários:

Universo dos Vinhos disse...

Gil

O mundo do vinho realmente é único e encantador. Tem coisas que são inexplicáveis. Explico.
Normalmente nós dois temos a mesma opinião sobre os vinhos, mas neste caso acabei divergindo: este vinho infelizmente não agradou lá em casa, não sei exatamente por que. Acho que eu esperava um vinho com mais corpo, curiosamente não achei ele tão estruturado.
Agora fiquei curioso: vou ter que provar de novo!
Abraço e saúde!
Tiago Bulla
www.universodosvinhos.com

Vinho para Todos disse...

Tiago,

temos a impressão de que os Tannat devem ser encorpados sempre. Mas se você observar, mesmo os uruguaios estão mais dóceis, menos encorpados, procurando aproximação com o consumidor do restante da América do Sul. Penso assim.

esse Tannat já não é tão jovem, então está menos tânico do que em 2008-2009, por exemplo.

gostei tanto dele que bebi a garrafa toda, sozinho. Fato raríssimo. No outro dia estava inteiro, sem dor de cabeça, apesar de ter exagerado na dose.

quanto à nossa avaliação, entendo normal, porque ambos escrevemos para o blog de forma amadora, informando as nossas percepções, que são pessoais. Se estivéssemos pontuando o vinho, aí nossa avaliação seria mais técnica, menos subjetiva.

mas experimente de novo o vinho, talvez goste dessa vez. Faça assim: compre duas garrafas. Se não gostar da primeira, pode me mandar a segunda que aceito com muito gosto, rsrs.

Saúde!

Universo dos Vinhos disse...

Gil, tenho uma idéia ainda melhor:

Em sua próxima visita aqui no sul podemos prová-lo juntos. Que achas?

Estive relendo meu post - talvez eu possa não ter dado a aeração que o vinho merecia. Ou o dia estava muito frio e o vinho ficou tímido. São algumas possibilidades...

É sempre bom discutir estes assuntos: somamos conhecimentos e experiências.

Grande abraço

Tiago

Anônimo disse...

Gosto do preço desses vinhos, mas nem todos me agradam tanto.
O Touriga Nacional e o Tannat são os melhores, melhores ainda que o comemorativo que lançaram.
O espumante champenoise já foi premiado o mehor do Brasil, mas achei o título um pouco exagerado.
Ainda não vi no blog nenhum vinho de Santa Catarina. Algum motivo especial?
Cheers!

João Carlos Mendonça
Florianópolis/SC

Vinho para Todos disse...

João,
você tem razão quanto aos vinhos de Santa CAtarina. Acho que comentei somente um por aqui.

Mas é que em nossa região não é fácil encontrar esses vinhos.

Mas é uma região que pretendemos conhecer em breve.

Obrigado pela visita e comentário.

Saúde!