10 março 2012

Cave Geisse Espumante Nature Terroir 2003


Ontem publicamos um vídeo em que o Alexandre Frias abria esse espumante brasileiro de/com muita elegância. Foi elaborado na safra 2003, pelo método Champenoise (segunda fermentação em garrafa), por uma das mais respeitadas vinícolas brasileiras, a Cave Geisse, que se destaca pela produção de ótimos espumantes em Pinto Bandeira.

É um espumante safrado (2003), que leva em seu vinho base as variedades Chardonnay e Pinot Noir. Foram elaboradas 5.568 garrafas e abrimos a de nº 4441. Essa safra está fora do mercado, mas a 2008 é vendida no site da vinícola por R$115.

Na taça o espumante já está perdendo a coloração amarelo palha e já está num dourado claro. Perlage fina e persistente. Aromas que ainda podem evoluir bastante, mas já há uma boa complexidade, com frutos brancos, flores, mel e notas de fermentação. 

Na boca é elegante, mantém a complexidade percebida nos aromas. Tem bom volume, equilíbrio e boa acidez, mas aparentemente está perdendo esse frescor, o que é natural pela idade. Final longo e complexo.

Chegamos à conclusão de que no nariz ainda pode evoluir, mas em boca começa a perder o vigor. Então, se tiver uma garrafa dessas é bom abrir logo, a não ser que esteja fazendo a mesma experiência do Alexandre Frias: abrir uma garrafa por ano para avaliar o comportamento do espumante. 

Saúde a todos!




Nenhum comentário: