19 março 2012

Típico e intenso: Tomero Torrontés 2010


Esse vinho já foi comentado aqui no blog, mas da safra 2009 (relembre). A qualidade se repete no 2010, com uma discreta superioridade, confirmando a tendência de se elaborar os melhores Torrontés na região de Salta, a uma altitude de 1.800 metros.  

Coloração amerelo palha. Aromas intensos, flores, lichia. Em boca é intenso, flores bem presentes, frutos brancos e alguma mineralidade. Boa acidez, notas cítricas aparecendo. Final persistente, mineral e floral. Vinho com boa complexidade no nariz e em boca. Ótimo exemplar dessa variedade, que pode dar vinhos muito simples e leves, mas próximos de um vinho verde, mas esse é mais interessante e especial. 

É produzido pela Bodegas Vistalba e foi degustado em fevereiro, em Bento Gonçalves, num evento de apresentação dos vinhos com a presença de representante da vinícola.

Saúde a todos!



2 comentários:

Maykel e Anna disse...

Olá Gil!

De fato esse é um grande exemplo dessa casta. O seu diferencial é a grande intensidade em boca, que não é muito comum em um Torrontés.
Abraços

Vinho para Todos disse...

Queridos Maykel e Anna,

vocês têm razão. A intensidade é um tanto rara num Torrontés. Gostei bastante desse e um Pietro Marini, que comentei há algum tempo, ambos de Salta.

Saúde!

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com