03 abril 2012

Em busca do PF perfeito - Visita #1

 

Acredito que a cultura de uma cidade pode ser resumida em seu Mercado Municipal. Fico triste que em minha cidade natal (Catalão-GO) o mercado tenha sido vendido e lá hoje está uma porção de lojas que em nada lembram a cultura local. Tem agência bancária, loja de motos, roupa íntima, picolé... mas nada daquele cheiro de maçã na banca do Anjo, nada da mesa de sinuca escondida no bar do Rosa, nada do barbeiro que cobrava mais barato para quem cortasse o cabelo em pé, nada da escola de datilografia do Perboyre com aquele "aroma de xepa"... Uma lástima.

Por isso, a primeira visita que fizemos para encontrar o PF Perfeito começou no Mercado Municipal de Uberlândia, um espaço rejuvenescido pelos novos bares, mas com a mesma tradição da banca de fumo, das inúmeras opções de frutas, verduras, doces, quitandas, queijos e cachaça. Aos sábados o espaço é movimentado pelas rodas de samba e pelas centenas de pessoas que dividem as mesas e cadeiras de plástico espalhadas pelas calçadas, à sombra das árvores.

Nossa escolha foi o Merca’s Lanches, que está no local desde a abertura do mercado, em 1944. Durante a semana o PF custa R$5, R$6 ou R$7, dependendo do tamanho escolhido. 

Como nossa visita aconteceu no sábado, o PF foi servido com feijoada ou arroz com galinha, em pratos pequenos, médios ou grandes. Os preços variam de acordo com o tamanho do prato: R$7, R$9 ou R$10. O ovo frito é opcional.


O serviço foi muito bom, diria até impecável para a proposta do lugar. O garçom foi simpático, rápido, quase invisível quando vinha à mesa retirar algum papel ou talher usado. Quando foi informado de que levamos o vinho, não fez nenhuma oposição e trouxe de imediato os copos americanos.

O PF poderia ter uma apresentação melhor, porque os pratos são pequenos e a comida é muita. Mas interessante foi notar que cada prato tinha um desenho diferente, cada talher tinha uma cor de cabo diferente e até mesmo o material variava entre o plástico, a madeira e o metal. Isso tem seu charme.

A comida é muito boa. A feijoada estava acompanhada de arroz branco, couve, torresmo, farofa, vinagrete, banana frita e, claro, o famoso “zoiúdo”. Nada com tempero em exagero ou ingrediente de má qualidade. O torresmo estava crocante como deve ser.

Quanto ao vinho, escolhi o argentino Dos Fincas Cabernet Sauvignon Malbec 2010, elaborado pela Finca La Amalia. É encontrado na faixa dos R$29. Vinho fácil de beber, frutado, que acompanhou muito bem a comida e a ocasião. Corte de 56% de CS e 44% de Malbec, com passagem de 30% do vinho por madeira, durante 6 meses. 

Não farei comentários sobre o vinho porque o astro principal aqui é o PF, mas quero degustá-lo com mais atenção em breve. Me pareceu um ótimo custo x benefício. 

Enfim, segundo os critérios que adotamos (serviço, apresentação do prato e qualidade da comida) vai levar 4 PF's (muito bom):




Merca's Lanches - Mercado Municipal
Rua Olegário Maciel, 255 - Box 18
Centro - Fone 3235-4116
Uberlândia - MG 

12 comentários:

Tiago Bulla disse...

Grande Gil, só você mesmo!

Quero te parabenizar por esta iniciativa. Achei muito legal a idéia de combinar o vinho com comidas simples a preços irrisórios - quando normalmente as pessoas fazem justo o contrário: gastam uma cifra alta em comida e acompanham com refrigerante (que lástima)

Forte abraço. Aguardo os próximos. Quem sabe eu não copio tua idéia e faço uma versão Porto Alegre? Negociamos os direitos autorais se for o caso rsrs.

Saúde!

Tiago Bulla
www.universodosvinhos.com

Vinho para Todos disse...

Tiago,

não há direitos autorais.

Provavelmente alguém já teve essa ideia de buscar o PF perfeito. A única originalidade, creio eu, é que ninguém associa o vinho a essa busca.

Acredito que só no mercado de POA devem ter várias opções, não?

Vá fundo e conte tudo no UV.

Saúde.

Gil Mesquita

Paulo Sales disse...

Seu blog está cada vez melhor. Despretensioso, informativo e gostoso de ler ao mesmo tempo. Gostei muito das reminiscências no início do texto. Só os enochatos que vão torcer o nariz.
Um abraço.

Vinho para Todos disse...

Paulo Sales,

felizmente conheço pouquíssimos enochatos pessoalmente. E os que conheço não são leitores desse blog (pelo menos não assumem) nem comem PF (imagina!).

assim, a postagem e os comentários ficam só para os que vêem o vinho apenas como bebida para acompanhar comida, rsrs.

saúde sempre!

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com

Anônimo disse...

Gil, mais uma vez, parabéns pela inciativa e ousadia. Aqui em BH seria um campo fértil para essa experiência.
Que legal degustar um vinho dessa forma tão despretensiosa, descontraída e sem amarras. SHOW! Inclusive, se não estiver equivocado, nas tabernas de antigamente, bebiam-se vinho em canecas, não é mesmo! Guardadas as devidas proporções, muitas destas eram bem simples também. Felicidades nessa nova empreitada e fico aguardando seus próximos relatos.
Abraço,
Ronan
P.S: Os cachos do pé de uva de apê já estão bem grandinhos...

Vinho para Todos disse...

Ronan,

obrigado pelo comentário.

Sem dúvida BH seria um campo fértil para uma empreitada como essa.

Quem sabe numa próxima ida à capital dos mineiros não fazemos isso por aí?

Abraço.

Anônimo disse...

puta ideia!!!

Anônimo disse...

Gil, com certeza. É só programar.

Abraço para vc tb.

Ronan

Confraria2panas disse...

Gil, sensacional!!

Sabe que já pensei em fazer isso com outras comidas, já ouvi dizer que aqui em SP tem um cara que só escreve sobre x-salada.
A do pf foi ótima, hoje comi um por 19,00 mas acho que o seu estava melhor rsrs

Abraço

Vinho para Todos disse...

Evandro,

Não sei o meu PF estava melhor, mas o que vc publicou no Instagram estava mais bonito, rsrs.

O mais legal disso é levar o vinho a lugares incomuns. Acredito que teremos experiências interessantes.

Abraço!

Ewertom Cordeiro disse...

Muito legal! Parabéns pela iniciativa e pelo post!

Abraços, Ewertom Cordeiro.
[Vinhos de Minha Vida]

Anônimo disse...

Será que os esnobes do vinho não vão ficar com raiva de você? Levando o vinho para lugares tão populares, com comida ainda mais?