17 junho 2012

Em busca do PF perfeito - visita #10

Descobrimos esse restaurante por acaso. Estávamos dando umas voltas de moto pelo bairro Umuarama, perto da 16ª Delegacia de Polícia, quando avistei uma placa numa esquina. Pronto. Mais um restaurante para avaliação futura. 

O lugar é tradicional na região. Aliás, eles estão nesse endereço há mais ou menos 2 anos, mas já lidam com o negócio há mais de 12 anos, inclusive realizado festas, jantares, churrascos, servindo coffe break etc. O atendimento do Carlos e sua família é muito gentil. 

O restaurante também é self service e tem opção de marmitex. Mas quando se escolhe o PF o funcionário (ou próprio dono, no nosso caso) faz seu prato na hora. A escolha é para a carne. No dia em que fomos podia ser bife a rolê, peito de frango ou isca de fígado. Cada um de nós escolheu uma opção diferente. 

A comida é muito boa, tempero, qualidade, temperatura (sim, alguns PF's vêm com a comida fria), mas peca pelo excesso de comida no prato. A apresentação fica comprometida, além do "pleonasmo de carboidratos", detalhe que uma nutricionista poderia ajudar a corrigir. No geral, gostamos da comida.  

O vinho foi levado pelo amigo Eli, que o comprou numa promoção do Extra a $29. Acredito que já passou do seu melhor momento. Já é um vinho de 5 anos em que a madeira passa por cima da fruta. 

Aliás, foi o vinho que nós mais sentimos no decorrer da tarde. Chegamos a trocar mensagens via celular perguntando sobre a "placa do caminhão que nos atropelou"... sinceramente, não aconselharia a compra dessa safra. Prefira uma mais recente.   

Detalhe importante: esquecemos o saca-rolhas. O restaurante não tinha um disponível, mesmo assim o Carlos fez questão de providenciar um pra nós. E pela primeira vez nas visitas que fizemos bebemos o vinho em copo plástico. Isso não diminui a nota que demos ao atendimento, até porque não há grande diferença em beber o vinho assim ou em copo americano. 


 


Restaurante Baretto's
Rua Ceará, 1.350 (próximo à 16ª Delegacia de Polícia)
Bairro Umuarama
Fone (34) 3211-9727
Uberlândia (MG)

Para saber tudo que já foi publicado sobre a saga do PF, clique aqui.

Nenhum comentário: