17 setembro 2012

Ainda elegante: Miolo Cuvée Giusseppe Chardonnay 2009


Esse vinho é uma das grandes estrelas entre os brancos brasileiros. É produzido pela Miolo com uvas exclusivamente do Vale dos Vinhedos, daí recebe no rótulo a designação dessa D.O. (Denominação de Origem), a única até agora regulamentada no Brasil. 

Tem passagem de 6 meses por barricas de carvalho francês e na atual safra à venda (2011) o vinho fermenta em barricas e também fica em contato com as borras (sur lie) por um período mais longo, indicando que deve ser um vinho ainda mais complexo.  
Comprei essa garrafa numa das nossas viagens a Bento Gonçalves pagando R$49. A atual safra é vendida no site da vinícola por R$51.

Na taça é amarelo palha, com reflexos dourados. Nos aromas é intenso, com presença marcante de abacaxi e baunilha. Na boca é seco, mas untuoso, com acidez moderada e fruta ainda bem presente. Madeira deu elegância e para os que gostam do estilo é uma grande virtude. Final de média persistência, com madeira mais evidente que fruta, nota cítrica presente.  

Aparentemente não está mais no auge, mas ainda é muito elegante e tem boa complexidade. Se tivesse outra garrafa beberia agora.

Onde comprar: esse vinho foi trazido da nossa última viagem ao Vale dos Vinhedos. Compramos alguns rótulos no Armazém Canta Maria, em Bento Gonçalves. 

Avaliação VPT = 86 pontos.

Saúde a todos!




2 comentários:

Universo dos Vinhos disse...

Gil
Visitei a vinícola Miolo no ano passado e tive a oportunidade de experimentar este Chardonnay. Na época eu não tinha quase nenhuma experiência com vinhos brancos e confesso que gostei da experiência.
É mais um que está na minha lista. Legal ver ele por aqui.
Abraço
Tiago
PS.: Acho que vc se enganou de bandeirinha :)

Gil Mesquita disse...

Tiago,

é um belo vinho e está no momento ideal de consumo, na minha opinião.

obrigado por avisar da bandeirinha. Já foi trocada, rs.

Saúde!