31 outubro 2012

Mais um francês de grande qualidade e preço acessível: Château La Verrerie Esprit Bastide Rouge 2007


O quarto vinho francês que bebemos no último encontro da nossa Confraria foi o meu preferido, aquele que considerei o mais completo e interessante, comprado no site da Chez France por R$ 67. Uma boa compra, sem dúvida. 

É produzido pela Château La Verrerie, cuja história tem início em 1981 quando o empresário Jean-Louis Descours começa a trabalhar os 30 hectares de vinhedos, mas a vinificação ainda era feita numa cooperativa próxima. Em 1987, já com uma cave própria, a vinícola obtém sua AOC e garante que as primeiras safras sejam comercializadas. Um grande feito para o pequeno produtor veio em 2003 quando um de seus vinhos recebe medalha de ouro no Concurso "Melhores Syrah do Mundo". 

O vinho que degustamos é um corte (o único da noite) de Syrah (40%), Grenache (40%) e Carignan (20%), com cada parcela do vinho passando de 15 a 18 meses por barricas de carvalho. Tem 14% de álcool, o maior teor dentre os vinhos da noite. 

É produzido na região de Côtes du Rhône, mais especificamente na sub-região Côtes du Lubéron, dividida em 36 comunas do Departamento de Vaucluse. Ao norte faz fronteira com outra importante região, Côtes du Ventoux. 
 
Nessa região as principais uvas tintas são Syrah e Grenache, podendo participar do corte outras uvas como a Mourvèdre, Carignan e Cinsault. Permite-se que até 20% do vinho contenha "uvas secundárias": Counoise, Gamay e Pinot Noir. 
 
Pois bem. O vinho que degustamos tem coloração rubi. Os aromas são elegantes, de boa complexidade, lembrando frutos vermelhos como morango, algo de groselha, musgo e chocolate. Na boca tem corpo mediano, taninos macios e boa acidez. Muito equilibrado, com álcool contribuindo com alguma potência, mas sem atrapalhar. Repetição em boca da boa complexidade percebida nos aromas. Final longo, elegante, complexo, taninos e acidez presentes chamando para mais um gole. 
 
Considerei esse o melhor vinho da noite porque tem boa complexidade para a faixa de preços e está num ótimo momento para consumo, apesar da expectativa de seu importador de que pode ser guardado por 10 anos. Vinho de personalidade, didático, com a elegância que sempre espero de um vinho do Velho Mundo.

Avaliação VPT = 88 pontos.

Saúde a todos!



Nenhum comentário: