22 outubro 2012

O melhor da noite em nossa Confraria: Fairview Pinotage 2009


Degustação de vinhos com o tema África do Sul não pode faltar Pinotage, a uva que simboliza a produção daquele país. Para quem não sabe, ela é o resultado de um cruzamento entre duas variedades francesas, Pinot Noir e Hermitage (a mesma Cinsault) realizado em 1925 por Abraham Izak Perold, professor de Viticultura da Universidade de Stellenbosch (leia aqui sobre o pesquisador).

O primeiro vinho com a nova variedade foi feito em 1941, ano em que foram plantadas as primeiras mudas na propriedade da Kanonkop, importante vinícola sul-africana.  O primeiro rótulo a fazer sucesso foi um Pinotage campeão no Wine Show, realizado em 1959, na cidade do Cabo. Assim, durante os anos 1960, houve uma proliferação de novos vinhedos com essa variedade nacional.

Quanto ao vinho bebido no primeiro encontro da nossa Confraria, foi comprado no site da Importadora Ravin, por R$72 e foi considerado pela maioria dos confrades como o "melhor da noite". É produzido pela Fairview, assim como todos os demais vinhos da degustação,  com uvas da região de Malmesbury. Tem passagem de 10 meses por barricas de carvalho francês e americano.

Na taça tem um acoloração violácea. Aromas intensos, muito típicos dos Pinotage sul-africanos, frutos maduros, muito chocolate, baunilha, bala de carmelo e especiarias em alguns momentos de variação de temperatura. Na boca tem bom corpo, amplo, com taninos macios e acidez moderada. Final longo, com palato lembrando todas as características aromáticas. Abriu-se com alguns minutos de aeração.

Um vinho de grande tipicidade, que demonstra bem o estilo desses vinhos. Equilibrado, muito agradável apenas como aperitivo ou para acompanhar comida. 14% de teor alcoólico, dando potência ao vinho, sem desequilibrá-lo. 

Saúde a todos!



Um comentário:

Anônimo disse...

Gil,

sou fã de pinotage e esse vinho está entre os melhores que já experimentei.

Cheers!!!

Fernando