16 novembro 2012

Em imagens e letras: receita de Cassoulet, um clássico da culinária francesa


Aprender é uma das mais importantes experiências para o ser humano. Muitos, por descuido ou ignorância, não aproveitam as inúmeras oportunidades de aprender, especialmente com os mais experientes. E essas pessoas estão sempre à nossa volta, não é?

Tivemos o prazer de conhecer há algum tempo a dona Wania Marcondes, mãe de nossa amiga Roberta e sogra do Eli Schettini. Mas, nos últimos dias afinamos essa convivência a ponto de convencê-la a participar do blog com uma de suas deliciosas receitas, fruto de muita experiência no Brasil e também no exterior, já que morou na França e Argélia.

Vivenciar sua delicadeza, elegância e conhecimentos tem sido um prazer pra nós em casa. 

Hoje a receita é de um clássico francês, o Cassoulet, originário da região do Languedoc-Roussillon, feito basicamente com feijão branco e carne (principalmente ganso ou pato), salsichas, lingüiça, carne de porco ou cordeiro.  O nome Cassoulet é derivado de cassole, a caçarola de barro em que é feito originalmente.

A receita está abaixo e esperamos, de coração, que dona Wania nos brinde com mais receitas em breve.



Cassoulet - Ingredientes

- 500 g de feijão branco (de molho por 12 h)
- 300 g de bacon picado em pedaços maiores
- 200 g de costela de porco
- 300 g de lombo de porco
- 400 g de paio
- 300 g de lingüiça calabresa
- 5 coxas e sobre de frango desossadas

- uma cebola grande picada
- 4 dentes de alho picados
- 2 colheres de extrato de tomate
- 4 tomates sem pele, sem semente, picados bem miudinhos
- 2 folhas de louro
- salsa e cebolinha
- bouquet garni (amarre manjericão junto a um belo talo de salsão, que será retirado antes de servir)

Como fazer

- o frango, as costelas e o lombo, cortados em pedaços generosos, devem ser temperados de véspera.
- jogar fora a água que o feijão ficou de molho, cobrir com água fresca.
- fritar as carnes, separadamente, desprezando a gordura, juntar ao feijão cru.
- fritar o paio, a lingüiça calabresa e também juntar ao feijão .
- o bacon deve ser bem frito e na gordura deste fritar a cebola, o alho, o tomate picado e o extrato. 
- juntar tudo ao feijão e cozinhar em fogo lento por 2:30 h.

Bom apetite!

2 comentários:

Universo dos Vinhos disse...

Gil,
Parece ser uma receita bacana de se preparar - e diferente também.
Deu vontade de preparar...
Vai bem com vinho? E com espumante? Indicas algum?
Grande abraço e saúde!
Tiago Bulla
universodosvinhos.com

Gil Mesquita disse...

Tiago,

a receita é bem interessante mesmo. Ficou deliciosa.

a harmonização clássica é com vinhos do Languedoc, assim como do Rhône ou Bordeaux.

não tínhamos nenhum desses. Então, tentei um Quinta do Seival Cabernet Sauvignon 2009, da Miolo. Ficou muito bom. Aliás, o vinho melhorou muito com a comida.

mas sua ideia do espumante talvez dê certo. Penso que se usarmos o mesmo raciocínio da feijoada, um espumante frutado, um rosé por exemplo, pode dar certo.

se fizer o teste me avise.

abraço.

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com