21 fevereiro 2013

Em vídeo minha última visita à Larentis, uma vinícola familiar em sua essência


Desde minha primeira visita à vinícola Larentis, em 2010, tenho feito citações a ela como sendo uma verdadeira “vinícola familiar”, onde gerações diferentes cuidam do vinhedo, da elaboração dos vinhos, divulgação e venda dos produtos.

Marquei uma entrevista com o jovem enólogo André Larentis para o dia 16 de fevereiro e tive a satisfação de conhecer seu pai, que estava chegando com um carregamento de uvas para vinificação. Ao cumprimentá-lo e dizer minha opinião sobre essa particularidade ele me disse: “o pai está no vinhedo”. Não pensei duas vezes e fui com eles para o campo, procurar o “Nonno” para uma foto. Lá estava ele, com uma caixa já lotada de uvas, sorriso no rosto e disposição de um jovem.

Três gerações da família Larentis: Cilo, Larri e André

Durante a entrevista provamos o Marsellan 2009, que continua sendo meu vinho preferido da vinícola. Além desse provamos novamente um dos melhores vinhos em bag in box do mercado, pronto para beber, macio e muito agradável, o que todo consumidor desses vinhos procura, porque costuma bebê-los no dia-a-dia, sem maiores preocupações com aromas, taninos etc. Vendido nas variedades Merlot e Cabernet Sauvignon é uma compra certa, na minha opinião.

Uva Marselan, quase pronta para ser colhida, com quase 13º de álcool natural

No vídeo produzido nesse dia o André fala um pouco da história da vinícola, da atual colheita e dos lançamentos programados para esse ano, um Malbec e um Tannat da safra 2012. Ao final dá sua opinião sobre o atual estágio de evolução do Mérito 2008, o tinto ícone da vinícola. 

Saúde a todos!

Nenhum comentário: