01 fevereiro 2013

O rosé do mês para nossa Confraria: Domaine St Hilaire Coteaux d'Aix en Provence AOC Rosé 2011 #CBE

O rosé foi um bom acompanhamento para uma tábua de frios, salada e sashimi de salmão

Esse é o 78º vinho comentado para a Confraria Brasileira de Enoblogs, cujo tema foi escolhido pelo confrade Ewertom Cordeiro, do blog Vinhos da Minha Vida. Sua sentença foi a seguinte: "As temperaturas deste verão estão escaldantes então vamos nos refrescar a beira da piscina, de um lago, na praia, no conforto do lar... degustando um autêntico vinho Rosé da Provence".

O tema não poderia ser mais oportuno, seja pelas razões expostas pelo Ewerton, seja porque vinhos rosés dificilmente aparecem por aqui, aliás, muito menos que brancos e espumantes. A justificativa é a oferta de vinhos muito simples, do Chile e Argentina, que acabam nos levando aos brancos, que são mais interessantes.

O vinho escolhido é elaborado pelo Domaine Saint-Hilaire, empresa fundada em 1973 por Yves Lapierre, integrante de uma família que cultiva vinhas na Provence desde o final do século XVIII. A vinícola possui 58 hectares de vinhedos, voltados para o sul, recebendo ótima insolação. Está localizada na pequena vila de Coudoux, a 10 minutos da cidade de Aix en Provence, a principal dessa AOC. No subsolo da cave estão 180 barricas de carvalho francês, que têm 20% renovados a cada ano. O enólogo é Aurélien Chaperon.

A vinícola dedica-se também ao enoturismo, possuindo um hotel luxuoso na propriedade. Foto: http://www.winerist.com

Como todos os vinhos dessa AOC é um corte, nesse caso entre as tintas Grenache, Syrah e Cinsault, em proporções que desconheço.

A coloração lembra casca de cebola, comum nos rosés mais elegantes do mundo. Os aromas aparecem em boa intensidade, frutos silvestres e algo picante, lembrando especiarias. Em boca tem ótima acidez, é refrescante, apresenta discreto mineral, fruta intensa, sem ser enjoativo.

Um vinho que pede comida, embora possa ser bebido como aperitivo. Tem final de boa persistência, com palato lembrando cereja, boca salivando em virtude da acidez. Dentre os vários petiscos da noite estava um pouco de Cottage temperado com um pouco de pimenta dedo de moça. O vinho conseguiu combater bem a pimenta. Tem 12,5% de álcool. 


Detalhes da compra

Esse vinho é importado pela Premium, mas foi comprado na loja Bon Vivant, aqui em Uberlândia, por R$ 57. Boa compra!

Saúde a todos!



2 comentários:

Luciano disse...

Gil te devo mais uma. Eu estava procurando um vinho pra combinar com sushi e resolvi dar uma olhadinha no seu blog. Grata surpresa meu caro.
Um abraço, Luciano

Gil Mesquita disse...

Luciano,

eu que agradeço por ter você como leitor do blog.

tomara que goste da sugestão.

abraço!

Gil Mesquita