15 fevereiro 2013

Provamos o elegante Perini Qu4tro 2008

O vinho permaneceu 8 meses em barricas novas de carvalho francês, o que lhe conferiu boa complexidade

Sempre ouvia coisas boas sobre esse vinho ícone da Vinícola Perini, elaborado com quatro uvas, com uma garrafa de quatro lados, em homenagem aos quatro fundadores da empresa. Mas, só fui prová-lo em setembro do ano passado quando estivemos no Sul para mais uma edição do Projeto Imagem, do Ibravin (relembre). 

Dia desses resolvemos abrir o vinho para ser um dos acompanhantes da costela suína que a Érika fez. A harmonização ficou ótima e o vinho demonstrou virtudes que encantaram a todos os presentes, especialmente seu equilíbrio. 

Embora elaborado com quatro variedades com bastante cor (Ancellotta, Cab. Sauvignon, Merlot e Tannat) o vinho apresentou coloração rubi translúcido, deixando ver o fundo da taça. Aromas de muita fruta madura, ameixa, notas amadeiradas, chocolate e leve lembrança de especiarias. 

Em boca é elegante e macio, com taninos já domados e boa acidez. O álcool não aparece em nenhum momento (12% de teor). Final de boa persistência, limpando a boca quando degustado junto com o prato principal. Está num ótimo momento de consumo, porque acredito que já esteja dócil o bastante e não vai melhorar com a guarda.

Infelizmente tive notícias de que as últimas garrafas dessa safra 2008 se esgotaram. Quem tem, aproveite. 


Detalhes da compra:

Foi comprado no varejo da Perini, mas não me recordo o preço. Na loja virtual custa R$89. Brinco que, para aproveitar a numerologia, esse vinho poderia custar R$44. Ficaríamos gratos!

Saúde a todos!



2 comentários:

fabio disse...

Não conheço este vinho ainda mais fiquei curioso em conhece-lo pena que na minha cidade não tem, mais entrei em contato com a galera do site http://www.vinhobr.com.br/ e eles vão conseguir pra mim. fica a dica.

Marcus Ernani disse...

Interessante, o vinho custa 89,00 e voce sugere que vale 44,00! Este é o mal do vinho nacional. Enquanto nos paises com a cultura do vinho madura a concorrencia é na qualidade, aqui é no preço caro = bom! Pena!
abs