24 abril 2013

Malbec é tudo igual? Não! Evidência nº 2: Saurus Barrel Fermented Malbec 2008 #malbecworldday

O rótulo contém informações interessantes para o consumidor, como a numeração da garrafa, data em que foi para as barricas de carvalho, data em que foi engarrafado etc

Se tivesse que eleger o vinho "diferentão" dos que degustei para o Winebar do Dia Mundial do Malbec, esse patagônico seria meu eleito.  Não passa perto daqueles vinhos cansativos de que falei no post da última segunda-feira. Aliás, na cor e no conjunto de tudo (aromas e boca) não se confunde com o padrão mundialmente reconhecido para a Malbec em solo argentino. É minha opinião!

É um vinho elaborado pela Bodega Família Schroeder, com uvas do Vale de San Patrício del Chañar, em Neuquén, na Patagônia. Essa região tem altitude média de 350 m, dias bastante ensolarados, muita luminosidade, ventos que sopram dos Andes e baixíssima pluviometria anual (160 mm). Os vinhedos são irrigados por gotejamento.

O vinho não é filtrado. Passa 8 meses em barricas de carvalho, sendo 30% do vinho por barricas francesas e os outros 70% por barricas americanas.  Tem 14% de teor alcoólico e expectativa de guarda de 8 anos, segundo o importador.

Na taça tem visual menos denso que outros Malbec, com boa transparência. Aromas em boa intensidade. Algo químico presente, não só no início do serviço mas também ao final da garrafa. Frutos vermelhos, ameixa, floral, tabaco e especiarias também aparecendo.  

Em boca tem corpo mediano, com mais elegância e delicadeza do que potência. Álcool em bom equilíbrio. Taninos dóceis e acidez mediana. Apesar da fermentação em barricas, a madeira deu elegância ao vinho, sem exageros. Final menos persistente do que esperado para um vinho dessa faixa de preços, mas bastante agradável.

Vinho que evoluiu a cada instante, com característica aromática diferente. Boa complexidade. Surpreendeu por abrir mão da potência e privilegiar a elegãncia. Pode evoluir nos próximos anos, mas já tem taninos macios.   


Detalhes da compra:

É importado pela Decanter e no site deles é vendido a R$ 112,60. Mas essa garrafa foi enviada pela Wines of Argentina para avaliação e participação no Winebar do dia 17/04, quando foi comemorado o Dia Mundial do Malbec.

Saúde a todos!


4 comentários:

blogdovinho.com disse...

Bela foto e bela garrafa!

Universo dos Vinhos disse...

Gil, adorei este vinho. Um dos melhores que já provei em 2013
Como único "defeito", achei ele um pouquinho fugaz no final - o que de modo algum tirou a empolgação
Um abraço
Tiago Bulla
www.universodosvinhos.com

Gil Mesquita disse...

Tiago,

também gostei bastante do vinho, realmente diferente do que estamos acostumados em termos de Malbec.

apenas o final um tanto ligeiro e o aroma químico me impediram de dar nota 5 para o vinho.

abraço,

Gil

Gil Mesquita disse...

Alê,

a foto não ficou tão boa assim, rsrs, mas a garrafa é linda!

abraço,

Gil Mesquita