17 abril 2013

No carrinho do supermercado :: Para ser o vinho de nº 800 aqui no blog escolhi esse Norton Malbec DOC 2010 #malbecworldday


A data hoje é especial por três motivos:

1º - o blog completa 800 vinhos comentados, com conteúdo 100% próprio. 

2º - hoje comemora-se o Dia Mundial do Malbec, com vários eventos em muitas cidades do mundo. Quer saber mais? Visite o site especialmente criado pela Wines of Argentina para comemorar a data.

3º - começo hoje uma série que todo mês elegerá um vinho de supermercado, comprado numa grande rede, que poderá ser encontrado facilmente em todo o Brasil, a preço acessível (sempre abaixo dos R$50). É que tenho recebido muitos comentários me cobrando uma volta aos vinhos mais acessíveis, embora eles sejam maioria aqui no blog.

Para coincidir com todos esses motivos, escolhi um Malbec elaborado pela Bodegas Norton, casa fundada em 1895 pelo engenheiro Edmund J. P. Norton, que plantou as primeiras vinhas, importadas da França, dando origem à primeira bodega ao sul do rio Mendoza.

As uvas utilizadas nesse vinho são provenientes de Luján de Cuyo, o que é atestado pelo selo DOC. Metade do vinho passou 12 meses em barricas de carvalho francês de primeiro e segundo usos, mais 6 meses em garrafa para afinamento antes de ir ao mercado. 

Na taça um vinho de cor violácea, com boa transparência, demonstrando desde logo não ser um daqueles malbec com muita fruta e corpo. Embora na primeira taça uma pontinha de álcool tenha aparecido (14% de teor), os aromas vieram em boa intensidade, frutos maduros, ameixas, especiarias e um pouco de pimenta.

Em boca não é corpulento, tem médio corpo, taninos finos e acidez moderada. Fruta presente, pimenta e algumas especiarias. Final de boa persistência, com uma leve lembrança mineral (salgado). O ponto positivo é que não é um malbec demasiadamente frutado e adocicado, é gastronômico e tem capacidade para acompanhar mesmo pratos mais leves, como pizzas e mesmo a comida do dia-a-dia, como foi aqui em casa, sem passar por cima. 


Detalhes da compra:

O vinho é importado pela Winebrands, mas foi comprado ontem no Carrefour de Uberlândia, custando R$31,90. Uma compra segura, como sempre.

Saúde a todos!


6 comentários:

Anônimo disse...

ola, boa tarde!! se puder experimenta o "Crios" malbec de Susana Balbo mesma faixa de preço. porem muito bom.

Amil Maia disse...

experimenta, Crios malbec de Susana Balbo.mesma faixa de preço e muito bom.

Gil Mesquita disse...

Amil,

o Crios é realmente uma boa compra. Já foi comentado aqui, assim como o Benmarco, outro vinho da Susana, comentado aqui na semana passada.

obrigado pelo comentário.

saúde!

Gil Mesquita

Anônimo disse...

Então quer dizer que dá pra comprar coisa boa em supermercado?

Já dei muito azar, principalmente no Walmart.

Braulio Menezes disse...

Estou tomando ele neste momento, me surpreendeu. Seus comentários estão perfeitos. Concorda que ele merecia ostentar a palavra "reserva" ou "gran reserva" em seu rótulo pelo tempo de maturação???

Braulio Menezes disse...

Utilizarei letras maiúsculas para enfatizar o que tenho certeza:
DÁ PRA COMPRAR ÓTIMOS VINHOS EM SUPERMERCADOS SIM!
- De R$13 até R$8 reservados varietais para o dia a dia.
- De R$25 até R$16 reservados de boa qualidade de vinículas famosas.
- De R$35 até R$28 bons vinhos reserva.
- Acima de R$40 excelentes vinhos como Lote 43 (nac.), Tarapacá Gran Reserva, Dom Melchior.